A sonda Mars InSight, da NASA, observou pulsos misteriosos na noite marciana que podem durar até duas horas, segundo os anais de um novo trabalho acadêmico.

A National Geographic reporta que a equipe da InSight divulgou vários novos resultados na reunião conjunta do Congresso Europeu de Ciência Planetária e da Sociedade Astronômica Americana. Esses resultados incluem medições do campo magnético marciano e mais evidências de água líquida sob sua superfície.

A InSight foi lançada e pousou em Marte em 2018, carregando três instrumentos científicos planetários, bem como instrumentos auxiliares como um magnetômetro, o primeiro já usado em Marte. Uma equipe liderada por Christopher Russell, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, analisou dados do magnetômetro, descobrindo que a área de pouso da InSight possui um forte campo magnético, que correntes elétricas viajam através da porção ionizada da atmosfera do planeta e que, ocasionalmente, o campo magnético pulsa à noite.

Estes pulsos podem durar até duas horas e são mais fortes na direção norte, de acordo com um resumo da conferência. Os pulsos em si não são estranhos, segundo a reportagem da NatGeo, mas o fato de que os pulsos só acontecem perto da meia-noite é. Os cientistas ainda não têm uma explicação para os pulsos, mas esperam usar essas medidas para entender as diferenças entre os campos magnéticos da Terra e Marte.

Mais evidências de água em Marte são sempre emocionantes, já que o planeta pode ter abrigado oceanos em todo o mundo. Os cientistas neste caso usaram o magnetômetro para encontrar uma região profunda e condutora abaixo da superfície marciana. Porém, são necessárias mais pesquisas antes da identificação conclusiva dessa região e nenhum desses dados ainda foi analisado por pares.

A InSight coleta dados há menos de um ano e acabou de acordar de uma conjunção solar (ela estava ao lado oposto do Sol), então ainda há muito mais que a sonda pode descobrir e aprender sobre o terreno marciano.