A Moleskine, criadora de um dos mais populares blocos de anotações do mundo, se juntou aos criadores da Neo Smartpen para facilitar bastante a digitalização dos seus rascunhos e rabiscos, e então levá-los para um dispositivo móvel para que você compartilhe com o mundo.

O Smart Writing Set, lançado na semana passada, não é a primeira investida da Moleskine no campo dos produtos conectados. Ela anteriormente trabalhou com empresas como Evernote e Adobe para criar blocos de anotações compatíveis com apps, mas isso sempre exigiu fotografia de páginas completas a partir da câmera do smartphone ou tablet, e o resultado nem sempre foi o melhor possível.



smartpen-2

A Moleskine Pen+, uma versão modificada da Neo Smartpen, usa uma câmera integrada para monitorar os movimentos da ponta da caneta nas páginas do bloco de anotações. Se você se inclinar e olhar bem de perto a imagem acima, verá um padrão sutil mas definido na página – a empresa chama isso de tecnologia nCode – que a Pen+ usa para garantir que está observando os movimentos de escrita com precisão, além de saber qual página está sendo usada.

É uma abordagem parecida com a usada por outras empresas de smartpens como a Livescribe, mas a Neo Smartpen tem um formato relativamente esbelto já que não conta com componentes eletrônicos internos para gravação de áudio enquanto você escreve. Essa também é uma opção, mas a forma como funciona é bem diferente.

smartpen-3

Acompanha a Pen+ o novo bloco de anotações da Moleskine que a empresa chama de Paper Tablet. Não há touchscreen nem nenhum componente eletrônico, mas a Moleskine fez as páginas ganharem um contorno arredondado para ficar com a aparência de um tablet. O design não adiciona nenhuma funcionalidade única, mas facilita na hora de diferenciar o Paper Tablet de outros Moleskines – especialmente se todos tiverem a mesma cor.

smartpen-4

Há um terceiro componente no Smart Writing Set (sem incluir seu smartphone ou tablet) na forma do novo app Moleskine Notes. Usando uma conexão Bluetooth com a caneta, ela digitaliza tudo o que você escreve ou desenha no Paper Tablet quase em tempo real, e tem até um atalho no canto superior direito de cada página para enviar automaticamente uma versão digital do conteúdo da página via email.

O app oferece funcionalidades adicionais como converter seu texto manuscrito em texto editável, opções múltiplas de compartilhamento usando e-mail ou serviços como Evernote, e até a possibilidade de gravar áudio via seu smartphone ou tablet enquanto você escreve no Paper Tablet. E se seu dispositivo conectado estiver escondido dentro da mala e você só quiser escrever umas coisinhas rapidamente, a Pen+ tem capacidade para armazenar até 1.000 páginas de anotações antes delas serem transferidas para o app.

O Smart Writing Set, que inclui a caneta, o bloco de anotações e o app, custa US$ 199 sem a necessidade de nenhuma assinatura adicional, já que todas as coisas ficam armazenadas no seu dispositivo. Blocos de anotações Paper Tablet avulsos, que possuem 176 páginas, custam US$ 30. Mas como a Moleskine usou a mesma tecnologia da Neo Smartpen, também é possível usar outros blocos compatíveis, ou até mesmo imprimir o próprio papel especial em casa.

[Moleskine]