Você deve ter visto o LamborgUno que viralizou esta semana nas redes sociais. O mecânico Edimar Souza Goulart “transformou” um Uno 2002 em uma Lamborghini Aventador usando isopor e massa acrílica. O custo foi de R$ 3 mil.

Edimar não está sozinho. Reunimos outros exemplos de modificações muito loucas feitas por motoristas brasileiros.

O também mecânico Antônio de Melo, de Toritama (PE), juntou dois fuscas em um carro só. O resultado foi uma limusine bem estilosa. Melo chegou a recusar propostas de mais de R$ 20 mil pelo veículo.

A Miura era uma fabricante nacional conhecida por fazer veículos esportivos fora-de-série nos anos 70 e 80, quando a importação de carros era proibida no país. Pois este carro-barco usa justamente a carcaça de um carro da marca acoplada a um motor de lancha. A criação foi vista na Praia do Canto, em Vitória (ES), e fotografada por Rômulo Finamore, professor de windsurf. O dono permaneceu anônimo.

O motorista Fábio Dantas comprou um Renault Logan para trabalhar com aplicativos de transporte. Só que ele fez algo mais. Para fazer a diversão do filho, mandou adesivar para ficar igualzinho ao Relâmpago McQueen, protagonista da animação Carros. Depois de ser festejado pela criançada no aniversário de seu pequeno, agora ele faz sucesso com quem chama um Uber e recebe esta surpresa. O carro ganhou até o apelido de Relâmpago Marquinhos, por causa do meme.

Quem gosta de futebol sempre faz seu álbum de figurinhas durante a Copa. Mas tem gente que vai além. Foi o caso dos amigos de Henrique Pedrotti, o Chicungunha do canal Desimpedidos, que gastaram R$ 6 mil em cromos para cobrir o Fusca do amigo enquanto ele trabalhava. Ficou diferente, pelo menos, né?