Peter Shankman, um investidor anjo, estava morrendo de fome antes de entrar no avião. Assim, ele mandou um tuíte engraçadinho perguntando se a Morton’s Steakhouse não poderia encontrá-lo no aeroporto com um belo bife. Eles foram.

Trata-se de uma história surreal que só fica mais surreal com os detalhes. Shankman estava cheio de compromissos no dia e teria que fazer um voo noturno que faria seu jantar ficar bem de noitão. Então ele tuitou sobre o caso, perguntando se a Morton’s não o encontraria no aeroporto com um bifão. Eis a descrição de Shankman após o primeiro tuíte:

Eu estava procurando meu motorista, vi meu nome, fiz um gesto e fui saindo do aeroporto de Newark, como já fiz diversas vezes.

“Hum, senhor Shankman”, ele disse.

Eu virei.

“Tenho uma surpresa para você.”

Quando eu percebi, o motorista estava próximo de outro cara, que eu deduzi ser apenas outro motorista conversando. Depois eu percebi que o “outro cara” estava de smoking.

E ele estava segurando um saco da Morton’s.

O voo dele durou apenas duas horas e meia! A Morton’s mais próxima do aeroporto fica há 38 quilômetros! O cara no aeroporto estava usando smoking! (pense bem, imagine esse cara dirigindo meia hora de smoking com uma sacola de carnes no banco traseiro com o intuito de entregá-la a um estranho completo.) Dentro da sacola havia um pedação de carne de 700 gramas, uma porção de camarões colossais, batatas para acompanhar, pão, dois guardanapos e talheres. Por mais que tudo isso pudesse dar errado, o cara foi encontrar Shankman. Uma empresa que se importa com seus clientes, oras!

Para complementar as informações, Shankman é um visitante frequente da Morton’s (e um cidadão com mais de 100 mil seguidores no Twitter), mas esse é o tipo de pequeno milagre que não aconteceria sem o Twitter. Que história sensacional, vou mandar um tuíte esperto para todos os restaurantes da cidade antes de embarcar. [Shankman via Consumerist]