O chefe do Android no Google, Andy Rubin, teve algumas palavras a dizer sobre o assistente pessoal Siri do iPhone 4S. De acordo com Rubin, a tecnologia da Apple “não é uma ideia nova”, e deveríamos passar mais tempo falando com pessoas de verdade, não com nossos celulares.

“Não acredito que seu celular deva ser um assistente”, disse o chefe do Android em uma entrevista na quarta-feira, logo após aparecer no palco da AsiaD. “Seu celular é uma ferramenta para comunicação. Você não deveria se comunicar com o celular; você deveria se comunicar com alguém do outro lado do celular.”

Só que o Android já tem algumas respostas ao Siri, como o app Iris. E uma das funções do Android é o comando por voz: ditar notas, entrar em sites, pesquisar no Google e mais, tudo por voz. (O Voice Actions funciona só em inglês.) Rubin entrou em contradição? Bem, ele diz que “a um certo nível, é natural para você falar com seu celular”, mas com o objetivo de se conectar com outra pessoa. Se você não estiver usando o Siri para ditar mensagens, e-mails ou fazer chamadas, isso parece ser um problema para Rubin – “veremos o quão difundido [o Siri] se torna”. [All Things D via TechRadar via Gizmodo UK]