Não é segredo que o Google Chrome consome bastante RAM e também energia, fazendo a bateria do seu laptop acabar mais rápido. Para reduzir a pressão sobre o seu pobre laptop sobrecarregado, o Google vai ativar por padrão um recurso que pausa automaticamente elementos Flash “sem importância” em páginas da web.

O Google explica em blog oficial como isso funciona:

Quando você está em uma página da web que roda Flash, vamos pausar conteúdo (como animações Flash) de forma inteligente que não sejam centrais, mantendo o conteúdo central (como um vídeo) tocando sem interrupção. Se o Chrome acidentalmente pausar algo em que você esteja interessado, basta apenas clicar nele para retomar a reprodução.

Desabilitar plugins do Flash até que você clique neles não é uma ideia nova: o Chrome tem isso embutido há tempos, e nós recomendamos que você ative isso. Mas ao invés de controle granular sobre cada elemento na página da web, o Google está prometendo um bloqueador de flash inteligente que usuários em geral (idealmente) não vão notar.

Este bloqueador foi anunciado originalmente em março, mas não era ativado por padrão.

Se você está na versão beta mais recente, o bloqueador está ativo. Senão, você pode fazer isso manualmente:

  • vá em Menu > Configurações;
  • desça a página e clique em “Mostrar configurações avançadas…”;
  • no campo Privacidade, clique em “Configurações de conteúdo”;
  • desça até o campo Plug-ins e selecione a opção “Detectar e executar conteúdo do plug-in importante”.

Google e Flash importante

Você também pode ir diretamente para chrome://settings/content e ativar o bloqueador inteligente.

O Google não divulgou números para mostrar como a vida da bateria melhorou com o bloqueador de Flash ativado, mas eu normalmente ganho uma hora extra ou mais de uso quando ativo a extensão Flash Control no meu laptop.

Ou seja, para quem usa bastante o Chrome, o recurso poderia aumentar a autonomia em 10 a 20%. Ele será ativado por padrão para todos os usuários, na versão estável, em setembro. [Google via VentureBeat]

Foto por Antonio Tajuelo/Flickr