Se você acha que isso parece coisa do Photosynth, é porque, de certa forma, é coisa do Photosynth mesmo — exceto que em vez de construir cenas, esta versão melhorada constrói cidades.

Pesquisadores do Laboratório de Gráficos e Imagens da Universidade de Washington bolaram alguns algoritmos para içar o conceito de construção de modelos 3D a partir de fotos a novas, novíssimas, alturas:

A diferença principal é que o Photosynth foi desenvolvido para construir um único monumento ou local, o que significa que ele foi escalado para trabalhar com algumas centenas, no máximo milhares, de fotografias, e com mais do que isso ficaria muito lento. Nós agora podemos processar conjuntos de dados verdadeiramente gigantes — a verdadeira conquista aqui foi conseguir fazer o cruzamento de imagens de maneira rápida.

Para estes homens de jaleco, "rápido" significa mais ou menos 24 horas, tempo que levaram para renderizar todo tipo de cenas, desde a Fonte Trevi e o Coliseu de Roma até Cidade Velha de Dubrovnik em sua totalidade, como vemos no vídeo acima.

A melhor parte disso é que a equipe da Universidade de Washington não precisa se preocupar com nada além dos seus algoritmos. Uma vez que o software de reconhecimento e organização das imagens estiver aperfeiçoado, eles podem apertar um botão e renderizar qualquer coisa que tenha sido fotografada à exaustão pelos usuários do Flickr. [PopSci]

[NT: I can haz Giant Gundam render plz?]