Cientistas detectaram milhões de buracos negros supermassivos antes escondidos ao nosso redor, alguns deles “comendo” sem descanso milhares de recém-descobertas galáxias “extremamente brilhantes e raras” chamadas DOGs (sigla em inglês para Galáxias Obscurecidas por Poeira). A astronomia é divertida!

Usando o Explorador de Pesquisas Infravermelha de Amplo campo (WISE) da NASA, os astrônomos conseguiram localizar uma quantidade enorme desses buracos negros gigantes: cerca de 2,5 milhões. Esses quasars estavam escondidos antes por causa das nuvens de poeira, mas a NASA está rapidamente os descobrindo graças à Matriz de Telescópios Especroscópicos Nucleares (NuSTAR). De acordo com Daniel Stern, do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL):

“Nós encurralamos os buracos negros. O WISE está encontrando eles a céu aberto, enquanto o NuSTAR nos dá uma visão completamente nova graças à sua luz de raio-x de grande energia e aprende do que eles são feitos.”

Os quasars começam suas vidas como estrelas colossais mortas que entram em colapso no fim de suas vidas, atraindo a massa ao seu redor até que elas cresçam e se transformem em bestas famintas supermassivas, se alimentando de qualquer gás ou poeira que esteja à sua volta, ficando maiores e maiores em um ciclo sem fim. Na medida em que o quasar come, ele fica extremamente quente, emitindo uma luz que pode ser capturada pelos instrumentos do WISE.

Esses poderosos buracos negros também são encontrados no coração de galáxias raras, tão brilhantes e quentes que emite 100 trilhões de vezes a luz do Sol.

Não podíamos ver esses buracos negros ou essas galáxias com telescópios convencionais porque eles são obscurecidos pela poeira. Apenas o WISE, com seus instrumentos infravermelho, foi capaz de detectar essas fornalhas ocultas.

Ambas as descobertas têm sido surpreendentes. De acordo com Jingwen Wu, cientista do JPL que lidera um dos papers de pesquisa, “nós talvez estejamos vendo uma nova e rara fase na evolução das galáxias.” Tão rara, na realildade, que Peter Eisenhardt, cientista de projetos do WISE no JPL, diz que “essas galáxias empoeiradas e cataclísmicas são tão raras que o WISE teve que varrer todo o céu para encontrá-las.” O que é mais incrível, de acordo com Eisenhardt, é que eles estão achando que algumas dessas galáxias “talvez tenham formado seus buracos negros antes do fim de suas estrelas.”

“Os ovos talvez tenham vindo antes das galinhas.”

Todo esse papo sobre ovos, galinhas e hot dogs me deixou com fome. [NASA]

Buracos negros e galáxias malucas foram descobertas.