Um novo estuda mostra que o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko tem água congelada abaixo da sua superfície, e esse gelo ocasionalmente fica exposto como resultado de atividade geológica.

>>> Cientistas encontram os elementos básicos da vida em um cometa
>>> O cometa com elementos básicos da vida está vazando oxigênio

A notícia não chega a surpreender muito: já sabíamos da existência de água no cometa. Uma análise anterior do 67P mostrou que a nuvem de gás ao redor do cometa contém vapor de água, dióxido de carbono, e monóxido de carbono. Grãos de gelo microscópicos também foram observados em sua superfície, como resultado do vapor de água sendo ejetado de dentro do cometa.

O novo estudo, feito por pesquisadores do Instituto Nacional de Astrofísica em Roma, na Itália, e publicado na Nature, usou dados do detector infravermelho da Rosetta, chamado VIRTIS, para estudar a face do cometa. A equipe encontrou caminhos de grãos de gelo com tamanhos milimétricos, que estavam expostos por falésias caídas. Não está claro ainda como eles foram formados.

Os pesquisadores esperam que ao estudar as diferentes formas de água presentes no e ao redor do cometa eles consigam desenvolver um melhor entendimento da sua história.

[Nature]

Imagem via NASA