Alguns felinos têm temperamentos carinhosos, enquanto outros parecem indiferentes. Porém, eles sabem como atrair a atenção dos humanos quando querem — e é isso que eles fizeram com cientistas finlandeses.

De acordo com uma nova pesquisa, a personalidade e o comportamento de cada gato podem ser definidos a partir de uma combinação de apenas sete características.

“Em comparação com os cães, menos se sabe sobre o comportamento e a personalidade dos gatos”, disse, em nota, a veterinária Salla Mikkola, da Universidade de Helsinque, na Finlândia. “Precisamos de mais compreensão e ferramentas para eliminar comportamentos problemáticos e melhorar o bem-estar dos felinos. Os desafios comportamentais mais comuns associados aos gatos estão relacionados à agressão e eliminação inadequada [urinar ou defecar em casa].”

O estudo foi realizado por meio de uma pesquisa de 138 perguntas, postada no site de bem-estar animal Petsofi e preenchida pelos proprietários. O questionário pedia às pessoas que informassem, entre outras coisas, o sexo, idade, raça, cor da pelagem e atividade principal do animal. Os humanos também foram solicitados a preencher o questionário uma segunda vez após um tempo. Isso permitiu avaliar a precisão dos relatórios comparando as duas pesquisas.

A amostra final foi composta por 4.316 gatos. Destes, os pesquisadores foram capazes de reduzir as características a cinco de personalidade e duas comportamentais. Estas foram:

  1. Atividade/diversão
  2. Medo
  3. Agressão para com os humanos
  4. Sociabilidade com os humanos
  5. Sociabilidade com gatos
  6. Problemas com a liteira (como recusar-se a usar a litterbox ou usá-la mal)
  7. Limpeza excessiva

Talvez sem surpresa, os resultados também revelaram que raças diferentes tendem a traços de personalidade diferentes. “A raça mais medrosa é a azul russo, enquanto a abissínio era a menos medrosa”, disse o veterinário Hannes Lohi, da Universidade de Helsinque.

“O Bengal foi a raça mais ativa, enquanto o Persa e o Exótico foram os mais passivos. As raças que exibiram o aliciamento mais excessivo foram os Siameses e Balineses, enquanto a raça Van teve uma pontuação consideravelmente mais alta em agressão aos humanos e menor em sociabilidade em relação aos gatos.”

Assine a newsletter do Gizmodo

Além disso, os dados coletados ajudaram a esboçar uma ideia de como as personalidades dos gatos podem variar, bem como fornecer uma base a partir da qual pesquisas futuras podem ser conduzidas. “Queríamos ter uma ideia aproximada sobre se existem diferenças nos traços de personalidade entre as raças”, disse Mikkola.