Você não está vendo três pessoas diferentes. Estas são três fotos do mesmo paciente, o tenente William M. Spreckley, que foi levado ao médico Harold Gillies em janeiro de 1917 com um “nariz atingido por tiro”. Gillies é considerado o pai da cirurgia plástica moderna – e é fácil entender o porquê.

Estas imagens foram exibidas recentemente no Queen’s Hospital, no Reino Unido, e fazem parte de uma coleção que documenta os 3.000 soldados tratados por Gillies entre 1917 e 1925. Ao todo, foram realizadas 11.000 operações – e com elas, muitas vidas mudaram para melhor.

Os documentos, agora disponíveis para os descendentes dos pacientes em findmypast.co.uk, mostram como o trabalho do cirurgião mudou aos poucos a aparência deles. Debra Chatfield, historiadora de família no site findmypast.co.uk, explica ao Telegraph:

O mundo médico deve muito ao Dr. Gillies, assim como os que foram por ele tratados no início do século XX, e os que já receberam tratamento de cirurgia plástica desde então. Sem seus desenvolvimentos pioneiros na área, a cirurgia plástica poderia não ser tão avançada quanto é hoje.

Estes registros são uma fonte importante de informação para historiadores, para o mundo médico e para aqueles interessados em aprender sobre a realidade e as consequências da Primeira Guerra Mundial.

Quanto ao tenente Spreckley, ele foi exonerado três anos e meio depois do tratamento, e viveu uma vida normal. [Telegraph]

Fotos por Find My Past