A Claro reformulou os  serviços de TV por assinatura da NET, o Now e a Claro Box TV e lançou na última quinta-feira, 26, o serviço de streaming Claro TV+.

O serviço é focado em usuários que querem conteúdos de entretenimento em streaming e canais de TV em um só lugar. A Globoplay tem um plano parecido, mas apenas com canais do grupo Globo.

A repaginada nos serviços digitais oferecidos é uma clara tentativa da Claro ser mais competitiva no mercado de streaming e concorrer com as grandes empresas já estabelecidas, que oferecem serviços com canais de TV e até mesmo streaming de jogos.

A ClaroTV+ terá um catálogo maior de canais fechados para oferecer para seus clientes, sendo canais infantis, esportivos e jornalísticos. Na prática, todos os serviços são chamados de Claro TV+, mas possuem três planos diferentes em diferentes níveis de preço:

O Claro TV+ App garante acesso a até cinco dispositivos simultaneamente por R$ 59 por mês; O Claro TV+ Box entrega ao usuário um TV Box e Replay TV por R$ 89 ao mês; o terceiro plano, o Claro TV+ HD, além de garantir todos os recursos dos planos anteriores, dois pontos de recepção por R$109; por último, o Claro TV+ 4K garante tudo o que as assinaturas anteriores e acesso aos conteúdos do Paramount+ por R$ 129.

A partir do plano Claro TV+ Box, todos os clientes receberão o aparelho “TV Box” da empresa. Para quem não conhece, o TV Box da Claro oferece acesso à internet para qualquer tipo de TV. A partir dele é possível ter acesso a vários apps e consumir conteúdos online.

Assine a newsletter do Gizmodo