Enquanto por aqui a gente debate a moralidade do uso das células-tronco, a China foi adiante e começou a vendê-las como um produto de beleza. Um centro médico em Pequim está vendendo uma terapia de células-tronco rejuvenescedoras para a sua cara. 

O RNL Puhua Plastic and Cosmetical Medical Center é um parceiro do hospital Tian Tian Puhua em Pequim, que ajuda pacientes em busca de algum tratamento diferente para Parkinson ou lesões na medula. Em vez de focar nesse aspecto do tratamento com células-tronco, a RNL centralizou sua atenção para a multimilionária indústria de beleza.

Por cerca de US$ 4.000, os pacientes entram num processo onde células de gordura são removidas de seus abdômens e transformadas em uma cultura de células-tronco. As células são injetadas no rosto para amaciar a pele e tirar rugas. Soa como uma lipoaspiração ao contrário. Também soa como picaretagem científica.

Mesmo assim, a coisa está ficando popular, aparentemente. Pessoas – sul-coreanos são especificamente mencionados – estão supostamente lotando o centro para terem a chance de verem sua própria gordura injetada em suas caras. [Cityweekend Beijing]