Quer dizer que você achou engraçado aquele papo da Mulher Maçã ficar super chateada com a morte de Steve Jobs, um símbolo para ela? Deu até dor na bochecha quando você leu que ela e a Apple tinham uma ligação, que fizeram sucesso na mesma época, né? Calma, rapaz. Dá pra ficar pior. Bem pior. A moça decidiu tatuar o símbolo da Apple no braço. E o resultado é a versão gráfica do termo “é pouca zuera?“.

Dá uma olhada:

Ô maçãzinha linda de Deus, hein? Mandou bem, Tony. Tá bem parecida com o logo original da Apple. Esse formato mais arredondado, com poucos detalhes e meio rústico é para associar a marca com o estilo de vida da Grace Kelly, pseudônimo do pseudônimo Mulher Maçã. E ela disse ao Ego que até uma lagriminha escorreu:

“Agora se encerra um ciclo com essa homenagem definitiva ao meu ídolo maior. Foi uma das maiores emoções da minha vida.”

Uma das maiores emoções da vida dela, molecada. Esteve Jobs, esteja onde estiver, sinta-se honrado. E a dúvida continua: ninguém vai perguntar se a Fiona Apple ficou abalada? [Ego; valeu, Rê!]