Com o ano de 2021 prestes a entrar para os livros de história, as retrospectivas seguem a todo vapor. Além do tradicional recap de posts e interações nas redes sociais — como fizeram o Facebook, Instagram e Spotify, por exemplo — dá também para usar as próprias fotos do seu celular para relembrar os melhores momentos do ano.

Se você é daqueles que é apegado por relembrar os lugares em que você esteve, o que você comeu ou os amigos que visitou, recorrer ao Google Fotos pode ser uma boa pedida. O software de imagens (que vem de fábrica com smartphones Android) conta com alguns recursos para ajudar os usuários mais nostálgicos na tarefa. Veja abaixo.

Carrossel de memórias

A função permite que você acesse suas lembranças assim que abre o aplicativo. Dá para organizá-las de forma cronológica ou relembrar os momentos por mês, por viagem ou a partir de eventos específicos. É possível também para renomear ou remover as memórias de sua grade de fotos — caso exista alguma lembrança que você faça questão de deixar para trás.

Busca facilitada

Usando inteligência artificial, o aplicativo organiza seus registros de forma automática, de acordo com localizações e datas. Outra opção é usar palavras-chave ou elementos da foto para guiar a pesquisa. Buscar o termo “praia”, por exemplo, pode aproximar você do resultado desejado — ainda que você não se lembre exatamente qual o local da visita.

Na nuvem

Caso queira acessar suas memórias de qualquer lugar, há a opção de fazer backup para celular, tablet ou computador. Com ela, todas as fotos do seu aparelho ficam armazenadas na nuvem — e são organizadas automaticamente.

Dá para criar álbuns compartilhados, o que permite que cada usuário adicione imagens por conta própria. Caso não tenha um álbum específico para depositar as lembranças, a inteligência artificial do Google trata de organizar tudo automaticamente.

A trilha do seu ano

Se apenas descer a timeline de imagens não for suficiente, o Google Fotos permite também criar um vídeo de fotos com uma trilha de fundo. Existem modelos pré-existentes para seguir, mas é possível também criar o seu próprio. Além disso, você pode adicionar uma trilha sonora no fundo, para deixar a retrospectiva do seu ano digna de cinema.

Falando em cinema, o aplicativo deve ganhar nos próximos meses o recurso “Cinematic”. Ele usa aprendizado de máquina para simular a profundidade de uma imagem e produzir uma representação 3D da cena — mesmo que a imagem original não inclua informações de profundidade da câmera. Em seguida, é aplicado um efeito panorâmico suave — como nos filmes. Você pode ler mais sobre esse recurso clicando aqui.