Quem nunca fez uma compra online e ficou receoso de não conseguir recebê-la por não ter alguém em casa na hora que os Correios passarem para fazer a entrega? A estatal anunciou uma nova opção que acaba com esse problema. Chamada “Entrega no Vizinho”, permite que os clientes indiquem um endereço alternativo ao destinatário para a entrega da encomenda.

Esse endereço alternativo é limitado aos seus vizinhos, é claro: você pode pedir para o entregador deixar a encomenda a duas casas à direita, à esquerda ou à frente do endereço principal. Se morar em prédios, é possível indicar qualquer apartamento.

A opção não tem custo adicional e está disponível para todo o Brasil – os Correios ressaltam que não altera o prazo e que a movimentação é registrada no sistema de rastreamento. Porém, só pode aproveitar essa opção quem optar pelas modalidades SEDEX e PAC de entrega.

Como pedir a entrega no vizinho?

Para utilizá-la, o remetente deve declarar na etiqueta de endereçamento que a Entrega no Vizinho está autorizada e indicar o domicílio alternativo autorizado a receber o pacote, informando ao atendente no momento da postagem. Apenas as etiquetas de endereçamento padronizadas pelos Correios são aceitas, como essas do link em arquivo PDF e reproduzidas abaixo:

Etiqueta de endereçamento padronizadas pelos Correios

Utilizando essa opção, o carteiro tentará fazer a entrega no endereço principal e, se ninguém atender, fará a tentativa no vizinho.

Os Correios anunciaram também que seu sistema de rastreamento foi atualizado para informar aos clientes sobre a data prevista para entrega da encomenda. Por enquanto, a opção está disponível no site dos Correios para encomendas nacionais e remessas postais (econômicas e expressas). O comunicado da estatal diz que “em breve estará acessível no app dos Correios, e abrangerá as postagens internacionais e demais serviços rastreáveis”.