Os Correios anunciaram nesta semana a chegada do serviço Comprar Fora, uma maneira de fazer compras online em lojas dos Estados Unidos e enviar para o Brasil. O negócio foi lançado em parceria com a Visa e os Correios prometem “cuidar de toda a burocracia”. A criação de uma conta é gratuita e não há taxas de manutenção.

Esse tipo de serviço facilita a aquisição de itens que não são enviados para o País diretamente pela loja – basicamente, os Correios servem como intermediários nesse processo, com um endereço físico nos EUA para onde você pode enviar o produto.



O consumidor paga pelo produto, impostos locais, impostos de importação e taxa de envio pelos Correios. O site do Compra Fora tem uma calculadora para que os interessados possam saber quanto devem pagar por um produto.

Vale a pena?

Fizemos uma simulação de compra de um Google Pixel 3 pelo site da Amazon, que oferece o envio para o Brasil e é vendido por US$ 749. Usando o sistema da Amazon.com, o produto sai por R$ 5.876,42 com todos os custos, incluindo impostos:

R$ 2.968,23 pelo produto;
R$ 43,47 pelo envio e manuseio;
R$ 2.864,72 pelas taxas de importação.

Para chegar a esses valores, a Amazon converte US$ 1 a R$ 3,96.

amazon-simulacao-envio-brasil

Agora, se fôssemos usar o Correios Compra Fora, esse mesmo produto sairia por R$ 4.642,01:

R$ 2.821,93 pelo produto;
R$ 122,40 pelo envio e manuseio;
R$ 1.697,68 de impostos

Para chegar a esses valores, os Correios levaram em consideração a cotação atual do dólar comercial, que está em R$ 3,76.

A calculadora detalha o custo do frete. Nos EUA são cobrados R$ 22,61 pelo manuseio e R$ 7,54 pelo frete internacional. No Brasil, ainda há R$ 15 pelo despacho postal e R$ 77,25 pela distribuição nacional.

Em nenhuma das simulações foi incluído do IOF, cobrado em transações internacionais com cartão de crédito. Utilizamos um CEP de São Paulo e entrega standard (mais lenta).

correios-comprar-fora

Fizemos também uma simulação de compra de um iPhone XR pelo site oficial da Apple nos Estados Unidos. Por lá, o modelo mais básico com 64GB de armazenamento custa os mesmos US$ 749 – logo, os números são iguais aos do Pixel XL: R$ R$ 4.642,01.

O exemplo do iPhone XR é interessante para mostrar que nem sempre compensa comprar fora usando esse serviço. Nos Estados Unidos não há parcelamento de compras e, se for para comprar à vista, o celular sai por R$ 4.679,10 na Apple Store brasileira. É melhor comprar por aqui mesmo.

Como enviar produtos para o Correios Comprar Fora

Para fazer compras em lojas online nos Estados Unidos e usar o serviço dos Correios, é preciso enviar o produto para o endereço deles.

Ao criar a conta no Comprar Fora, você receberá um endereço de entrega nos EUA, em Miami, com seu respectivo número de telefone. Há também um número de suíte — igual ao seu CPF — para identificar que a encomenda é para você.

Ao realizar uma compra em algum site gringo, você coloca esse endereço fornecido pelo site do Comprar Fora.

Você pode usar esse endereço receber jornais, revistas e catálogos de lá. A calculadora do site tem uma opção para simular esse tipo de envio, que costuma ser bem barato e inclui apenas impostos locais.

Não é preciso fazer avisos aos Correios de que você enviou algo para o endereço em Miami. No entanto, as encomendas só são enviadas para o seu endereço após pagamento dos impostos e serviços. Há duas opções de frete para o Brasil: standard (padrão) e express (mais rápido e mais caro).

Não é necessário preencher a declaração aduaneira, o serviço dos Correios se encarregarão disso.

Juntar pacotes

O comunicado dos Correios à imprensa diz que é possível fazer “a junção de pacotes de diferentes lojas para economizar no envio e, ainda, armazená-los nos EUA por mais alguns dias para aguardar o recebimento de outras encomendas e formar um único pacote”.

Neste caso, você pode fazer compras em diferentes sites e recebê-las de uma só vez. É uma possibilidade para pagar menos no envio e, segundo os Correios a economia pode chegar a 50%. Porém, há uma cobrança adicional para isso e o valor só é informado antes de confirmar o pedido no site Correios Comprar Fora.

correios-comprar-fora-juntar-pacotes

O pacote inteiro não pode passar de 105 cm de comprimento, largura e altura e a soma dessas dimensões não pode ultrapassar 200 cm. O peso máximo é de 30 kg e no máximo cinco encomendas podem ser colocadas juntas. O limite de valor aduaneiro é US$ 3.000.

Além disso, há um prazo de até 15 dias corridos de armazenamento grátis para realizar o pagamento. Só há um método disponível: cartão de crédito das bandeiras Visa, MasterCard, American Express, Diners Club International e Elo.

Cobranças adicionais

A seção de perguntas frequentes do site destaca que, apesar de resolver os trâmites para o envio, a Receita Federal ainda pode fazer cobranças adicionais: “Quando o pacote chegar ao Brasil, ele passará pelo processo de desembaraço aduaneiro, a Receita Federal do Brasil poderá arbitrar um valor diferente para o seu produto e, consequentemente, haverá alteração relativa à cobrança de impostos. Caso isso ocorra, você será comunicado e orientado a como proceder para realizar o pagamento adicional para receber seu produto”.

Extravio e avarias

Os Correios pagam uma indenização caso haja extravio da encomenda. Os pacotes de envio standard poderão ser indenizados em até R$3.000,00 e de envio express poderão ser indenizados em até R$10.000,00. A estatal destaca ainda que eventuais impostos e serviços já pagos também poderão ser ressarcidos.

Em casos de avaria parcial ou total, é preciso registrar uma reclamação.

Aumento no preço do frete

Coincidência ou não, os Correios também anunciaram nesta segunda-feira (28) que irão reajustar o valor dos fretes em 8,03%, em média, a partir do dia 6 de março. O reajuste deve variar dependendo da localidade. A companhia prometeu ainda PAC mais barato.

Em agosto do ano passado, a companhia havia anunciado ainda que cobrariam uma taxa de R$ 15 para todas as encomendas internacionais – a medida impactava, principalmente, importações vindas de sites de e-commerce chineses.