O Crackle estreou no Brasil em 2012 oferecendo streaming gratuito com anúncios e com um catálogo limitado. Agora, a Sony está mudando de estratégia: o serviço traz séries e filmes mais recentes, só que não é para todo mundo.

HBO oferece pacote avulso de streaming no Brasil por R$ 34,90 mensais

Desde 7 de dezembro, o Crackle está disponível apenas para alguns clientes da Oi nos estados da Bahia, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal. Segundo o Teletime, a cobertura será estendida no primeiro trimestre de 2017 às demais regiões onde a operadora atua.

O acesso ao Crackle está incluso, sem custo adicional, nos combos Oi Total com banda larga a partir de 5 Mbps. Isso é válido por doze meses, “podendo ser renovado automaticamente”.

Parece que também será possível adquirir uma assinatura individual: no site, você pode fazer login com uma conta da Oi ou uma conta “Sony Crackle”. No entanto, questionada pelo Gizmodo Brasil, a empresa ainda não revela quanto isso vai custar.

crackle pago

O Crackle oferece conteúdo em HD com opções dubladas ou legendadas; não há mais comerciais. O catálogo inclui filmes como Thor, Vingadores, Toy Story 3, Need for Speed e Piratas do Caribe; além de séries como Criminal Minds, Hannibal e Nashville, mais programas como Preacher e Zero Hour, que estreiam com exclusividade no Brasil.

Você pode usar o Crackle no computador, smartphone, tablet ou TV; e fazer streaming em até dois dispositivos ao mesmo tempo. Para assistir, é preciso ter login e senha do Minha Oi.

Isto é algo semelhante à estratégia do HBO Go: quem assina planos de internet fixa da Oi na BA, ES, MS e DF pode adquirir o serviço de streaming por R$ 34,90 mensais. Em 2017, a cobertura será expandida para as demais regiões onde a Oi atua, e para clientes de banda larga fixa da Vivo.

[Teletime]