Ele não vai bater nenhum recorde mundial, claro. Mesmo assim, este cubo mágico robótico recheado de eletrônicos e pequenos motores é mais impressionante do que ver alguém resolver o quebra-cabeça em alguns segundos. Por quê? Simples, porque ele consegue se resolver sem nenhuma ajuda. Tudo que ele precisa é que um humano embaralhe as cores.

• O robô programado para afastar moradores de rua tomou uma sova e foi demitido
• Este robô de inteligência artificial compõe e toca suas próprias músicas

O responsável por essa criação é um hacker japonês de hardware, conhecido como “Human Controller“. Ele tem as exatas dimensões de um cubo qualquer, desses que você tenta resolver, não consegue, fica bravo e joga na parede. Mas, felizmente, alguém deu um jeito de facilitar a nossa vida com um robô.

Mais difícil do que resolver o cubo foi encontrar um jeito de espremer todos os eletrônicos, motores, fios e baterias no espaço interior limitado do objeto. Como revelado nesse vídeo de desmontagem, foi preciso não apenas um núcleo personalizado impresso em 3D, mas também pequenos cubos individuais que pudessem girar e facilitar as rotações para solucionar o quebra-cabeça.

Comparado aos resolvedores robóticos e aos melhores humanos, ele não é nenhum velocista. Ele também poderia ter um algoritmo melhorado. Mas, peraí, quem sou eu para falar qualquer coisa de um robô que já faz muito mais do que eu consigo?

[DMM via IEEE Spectrum]