Durante a noite desta quinta-feira (21), a Tesla, a empresa de veículos elétricos do empresário Elon Musk, apresentou um novo modelo de caminhonete que a companhia chama de Cybertruck. Com um visual quadradão e aparentemente saído do filme “Blade Runner”, a Tesla diz que seu novo carro começará a ser produzido em 2021 e chegará às ruas em 2022 com preço sugerido na casa dos US$ 40 mil (cerca de R$ 168 mil).

Depois de sedãs e compactos, o movimento para fabricantes produzirem diferentes formatos de veículos elétricos é natural. A Ford já trabalha em um modelo próprio, e agora a Tesla quis mostrar o seu Cybertruck.

Pelo menos no papel, a caminhonete da empresa de Elon Musk chama bastante atenção. Para começar, ela faz de 0 a 100 km/h em 3 segundos na versão mais avançada Tri Motor AWD (tração nas quatro rodas) — na versão mais simples, Single Motor AWD, a aceleração de 0 a 100 km/h é de 6,5 segundos. A velocidade máxima atingida pelo carro é de 210 km/h com um autonomia de 804 km longe de um carregador elétrico — tudo isso para a versão topo de linha da caminhonete.

Trocando em miúdos, estes são os detalhes:

  • Single Motor AWD (US$ 39.900) – 6,5 segundos de 0 a 100 km/h – 320 km de autonomia – 177 km/h de velocidade máxima
  • Dual Motor AWD (US$ 49.900) – 4,5 segundos de 0 a 100 km/h – 480 km de autonomia – 193 km/h de velocidade máxima
  • Tri Motor AWD (US$ 69.900) – 2,9 segundos de 0 a 100 km/h – 800 km de autonomia – 210 km/h de velocidade máxima

O chassis da caminhonete é feito de aço inoxidável que a fabricante diz poder resistir a golpes de martelo ou impactos de bala. Já os vidros também são à prova de bala, porém durante uma demonstração ao vivo, um simples golpe de martelo deixou o vidro estilhaçado. Um pouco sem jeito, Musk disse que a empresa daria um jeito nisso até o lançamento.


Eu não duvido que fizeram este teste dar errado de propósito

O Cybertruck conta com seis bancos, consegue carregar até 1.587 kg, e conta com um super porta-malas de 2,83 metros cúbicos. Durante a demonstração da caminhonete, inclusive, foi possível ver que cabe um quadriciclo dentro do veículo.

Bancos do Cybertruck, da Tesla

A Tesla inovou em fazer carros elétricos interessantes, mas também em fazer promessas que não podia cumprir. A empresa, por exemplo, teve dificuldades em produzir o Model 3, um modelo de carro elétrico mais simples por uma série de problemas com fornecedores e questões de planejamento. Então, quando Musk promete os veículos para 2022, isso inspira certo ceticismo.

Cybertruck, da Tesla

De qualquer jeito, até lá, o bilionário deve fazer uma série de demonstrações ou anúncios de acréscimos ao veículo para que a mídia e possível compradores não se esqueçam do Cybertruck — Musk diz, inclusive, que terá uma versão pressurizada que fará o Cybertruck o veículo oficial de Marte. Apesar de ainda estar longe do início da produção, a empresa já está aceitando encomendas nos países em que atua. Para isso, é necessário pagar US$ 100.

Cybertruck, da Tesla“Loucura, loucura, loucura. Esta é a versão Luciano Huck do Cybertruck”. Zoeira. É só uma foto mostrando a “adaptabilidade” da caminhonete às suas necessidades. Crédito: Tesla