As baterias de íons de lítio são a tecnologia mais comum para dar energia a nossos gadgets. Mas o lítio em si é um metal raro difícil de se obter e os países que têm que importá-lo estão desenvolvendo alternativas. No Japão, pesquisadores da Universidade de Ciência de Tóquio descobriram uma forma de criar baterias de íons de sódio que podem ser feitas com açúcar.

Mas não estamos falando de açúcar saída diretamente dos sacos de 5 kg que você encontra no mercado. Antes de ser usado como o anódio na bateria de íons de sódio, o pó de sacarose é transformado em pó de carbono via aquecimento a 1500 graus Celsius em um forno livro de oxigênio. Na realidade, existem muitos materiais brutos que podem ser transformados em carbono de maneira similar, mas a vantagem de se usar açúcar é que ele é praticamente ilimitado. Criar baterias de materiais que podem ser facilmente reabastecidos diminui os custos de produção e, consequentemente, o custo dos dispositivos.



Além disso, os pesquisadores descobriram que essas novas fontes de materiais resultam, na realidade, em baterias de maior capacidade. Um dia, o seu smartphone aguentará um adoçado dia inteiro de trabalho. [Digital TV]