Uma noite em um pub não é completa sem algumas rodadas de jogo de dardos, mas, conforme seu nível de álcool no sangue sobe, sua habilidade de acertar o alvo principal diminui bastante. A menos que você esteja jogando com essa criação de Mark Rober: um jogo de dardos que rastreia movimentos, automaticamente se reposicionando para garantir que você acerte o centro todas as vezes.

• Este fanático por Zelda controla sua casa com uma ocarina
• Este ferreiro forjou uma faca usando cerveja, bacon e batata frita

Rober, antigo engenheiro da NASA, passou três anos projetando, construindo e aperfeiçoando seu quadro de dardos, que depende de seis câmeras de rastreamento de movimento Vicon e dardos padrões aperfeiçoados com refletores de infravermelho simples. Leva apenas 200 milissegundos para os computadores abastecendo os seis motores de passo do quadro de dardos movê-lo para a posição necessária. Antes do impacto, o sistema consegue refinar seu sensor de trajetória e reposicionar o quadro até 100 vezes, para garantir que o dardo acerte o alvo central.

Se você estiver tão incrivelmente bêbado que os dardos vão parar do outro lado do pub após um arremesso, obviamente o quadro não vai ajudá-lo muito a melhorar o seu jogo. E por mais impressionante que seja, a criação literalmente exigiu um cientista de foguetes para ser construída, então poucos de nós conseguiriam construir uma própria em casa. Mas se, como maior parte de nós, você é meio ruim nos dardos, provavelmente vai desejar que seu bar local tivesse um desses instalado para acrescentar à sua falsa sensação de como você mesmo é incrível.

[YouTube]