O Nvidia Shield é um console portátil no mínimo curioso. Ele roda jogos de Android, mas não só: ele faz streaming de jogos de PC, como Batman: Arkham City, Portal 2 e Skyrim. O Shield foi lançado esta semana por US$ 299, e o pessoal do iFixit já o desmontou para saber o que se esconde nele.

E há muito espremido dentro deste dispositivo híbrido. Além do processador Tegra 4 quad-core com um belo chip gráfico, ele tem uma enorme bateria de 7.350 mAh, e até mesmo… uma ventoinha.

Vale notar que o design é bastante modular: ou seja, depois de torturar os botões do Shield, deve ser bastante simples trocá-los por novos. (Ele tem um direcional, dois analógicos, A/B/X/Y mais os quatro botões superiores.) A bateria também é bastante fácil de substituir.

A touchscreen HD de 5 polegadas, por sua vez, é um pouco mais difícil de remover – praticamente impossível, na verdade. Então torça para não quebrar acidentalmente a tela: substituí-la pode sair caro. Também há uma tampa plástica atrás da tela, que se prende ao dispositivo usando ímãs, só que ela basicamente não tem qualquer função.

No geral, o Shield levou 6 de 10 na escala de reparabilidade do iFixit: ou seja, não é o sonho de quem gosta de desmontar gadgets, mas deve ser fácil o suficiente de trocar certas peças. Veja o desmonte em mais detalhes no link a seguir: [iFixit]

nvidia shield ifixit (2)

nvidia shield ifixit (1)