Em fevereiro, a Sony fez um evento de duas horas sobre as novidades do PlayStation 4, mas não mostrou o novo console. Agora a Sony finalmente está pronta para revelar sua próxima geração de videogame. E, bem, ele é um losango – mas com um aspecto familiar.

“É um design elegante e visualmente impactante, onde quer que seja colocado”, disse Andy House, presidente e CEO da Sony Computer Entertainment, durante a revelação. E isto provavelmente é verdade; ou pelo menos, é justo dizer que o PS4 não é mais intrusivo do que o PS3. Mas ele ainda parece um pouco volumoso, à primeira vista, como um livro grosso que você deixaria ao lado da TV.

ps4 event (7)

Na verdade, ele parece ocupar mais espaço que o PS3, embora seja difícil afirmar isso com base no breve vislumbre do console que tivemos no palco. Talvez seja mais justo dizer que ele parece um Wii do mal, ou, sendo mais gentil, um monolito do filme 2001: Uma Odisseia no Espaço.

Mas há muitas outras perguntas a se responder sobre o PS4, além das óbvias – como ele é, quanto ele custa – especialmente tendo em conta a polêmica em torno do Xbox One. O console da Microsoft faz tratamento diferente dos jogos usados ​​e exige conectividade à internet (mesmo que não seja constante); portanto, a forma como o PS4 trata essas mesmas questões terá grandes repercussões na comunidade gamer.

O Anti-Xbox

ps4 event (1)

A improvável carta na manga da Sony? Ser tudo que a Microsoft não é. Isso significa que, quando você compra um jogo de PS4, ele é realmente seu para fazer o que quiser. Como a Sony alegremente destaca, isso significa que você pode:

  • trocá-lo por outro;
  • vendê-lo para um varejista;
  • emprestar para um amigo;
  • mantê-lo para sempre.

A Microsoft, por outro lado, limita a sua capacidade de vender jogos usados ​​de uma forma que muitos na comunidade gamer não aprovaram.

Outro contraponto à percebida tirania da Microsoft? O PS4 não precisa se conectar à Internet a cada 24 horas – na verdade, ele pode ficar sempre offline, e o modo single-player dos jogos funciona normalmente. O Xbox One, em contraste, requer que o sistema seja conectado periodicamente à internet.

Da mesma forma, a sua assinatura da PlayStation Plus será a mesma do PS3. Ah, e vale a pena mencionar que você também não precisa levar um acessório caro (ahem, Kinect) junto com o console.

Você pode ver isso como um grande contraofensiva por parte da Sony, mas há uma chance de que o PlayStation teria vindo sem estas características. Talvez a empresa tenha esperado a Microsoft dar a cara a tapa e se adaptou.

Os detalhes técnicos

Nós já sabíamos bastante sobre o que o novo console da Sony em sete anos consegue fazer: os gráficos são sublimes, os jogos iniciam “instantaneamente” do modo suspenso, os jogos são baixados em segundo plano.

E nós sabemos o que tem por dentro: um processador AMD x86 de oito núcleos, um chip gráfico integrado à CPU, 8 GB de memória GDDR5 unificada (contra 512 MB do PS3), um disco rígido embutido de 500GB, leitor de Blu-ray e mais. Parece bom!

ps4 event (3)

Mas hoje a Sony fez muito barulho sobre os recursos de renderização facial que estarão nos jogos do futuro, mostrando o PS4 em ação. Especificamente, ela mostrou parte de uma “demonstração de 12 minutos”. Mais uma vez, parecia muito bom, mas ainda não deixamos o “vale da estranheza” – aquela sensação de desconforto ou repulsa ao ver réplicas humanas se comportando de forma muito parecida (mas não idêntica) a seres humanos reais.

Também digno de nota: pelo que vimos até agora, é provavelmente seguro dizer que você irá encontrar detalhes gráficos comparáveis ​​ao Xbox One. Portanto, esta é na verdade uma demonstração da “próxima geração”, não apenas do PS4.

Outros detalhes incluem:

  • o PS4 não é compatível com os jogos do PS3 ou anteriores, e só rodará jogos antigos através do PlayStation Cloud;
  • o novo controle DualShock 4 possui design semelhante ao de seus antecessores, mas com um touchpad clicável no meio, um botão Share e uma barra de luz que acompanha seus movimentos, como o PlayStation Move;
  • para ver você, o PlayStation 4 Eye possui duas câmeras 1280 x 800 e campo de visão de 85 graus, e um conjunto de microfones para comandos por voz;
  • a experiência de “segunda tela” será feita através do PlayStation App, a ser disponibilizado para iOS e Android; e através do PlayStation Vita.

Jogos

ps4 event (4)

Esta parte o nosso blog-irmão Kotaku já cobriu muito bem: teremos Final Fantasy XV, Kingdom Hearts III, NBA 2K14, Elder Scrolls e mais. Confira a lista completa – e os vídeos – no Kotaku Brasil.

Os gráficos parecem ser, na maior parte, espetaculares, mas se eu dissesse que eram jogos do PS3, você iria acreditar em mim. Isso não quer dizer muita coisa: leva um tempo para os desenvolvedores aproveitarem toda a potência do hardware de um novo console. Mas se você quer um salto enorme e imediato na qualidade gráfica, você não ficaria desapontado – há avanços perceptíveis aqui, só que não deixariam você totalmente impressionado.

Existem atualmente mais de 140 jogos em desenvolvimento para o PS4, incluindo 40 que incluem “experiências” exclusivas para PlayStation. Note-se, mais uma vez, que “experiências” não significa que o jogo completo será exclusivo – em alguns casos, é apenas DLC ou acesso à versão beta (como em Elder Scrolls).

Se você está assistindo a livestream, não se preocupe. Eles são melhores do que isso, facilmente. Na verdade, os gráficos são definitivamente mais impressionante na pessoa do que qualquer imagem ou fluxo deles você já viu até agora.

Multimídia

ps4 event (5)

Agora sabemos um pouco mais sobre a estratégia de conteúdo da Sony. O Music Unlimited traz mais de 20 milhões de músicas que podem ser acessadas ​​a partir de PS4, Android e iOS, e estará disponível também – no Brasil, ele custa a partir de R$7,90/mês.

O Video Unlimited estará disponível já no lançamento do PS4, com um catálogo de 150 mil filmes e programas de TV disponíveis para alugar. Ele ainda não está disponível no Brasil. Mas os serviços de sempre, como o Netflix, estarão no novo console também.

Nada disso realmente diferencia o PS4, no entanto, o que pode ser bom. A Sony posicionou o PS4 como uma console de jogos, um contraponto ao Xbox One – que quer dominar sua sala de estar.

Preço e disponibilidade

ps4 event (2)

O PS4 vai custar US$ 399, e estará disponível “no final deste ano”. Nos EUA, ele será US$ 100 mais barato que o Xbox One, embora valha lembrar que este já vem com o Kinect 2. (A câmera PlayStation 4 Eye será vendida separadamente por US$ 59.)

No entanto, é um preço agressivo (por lá), que a Sony precisava atingir para se tornar uma alternativa atrativa ao Xbox One.

Para a comunidade gamer, o PS4 por enquanto é o queridinho. Jogos usados ​​não possuem restrições de DRM, o console em si é mais barato (pelo menos nos EUA), os gráficos parecem sublimes. A questão é: qual a opinião do público em geral, que vai comprar estes consoles? Teremos que esperar até o final do ano para ter algo próximo a uma resposta definitiva.

A Sony ainda não divulgou o preço do PS4 no Brasil. O Xbox One custará R$2.199.