Dia do Chocolate: como o cacau pode salvar seus dentes

Estudo mostra que as proantocianidinas presentes no cacau, matéria-prima para a fabricação do chocolate, podem ajudar a saúde bucal
Dia do Chocolate: como o cacau pode salvar seus dentes
Imagem: Pexels/Reprodução

Nesta sexta-feira (7), comemora-se no mundo todo o “Dia do Chocolate”. Foi nessa data que o doce chegou à Europa, no século XV, o que deu origem à efeméride. Antes disso, a mercadoria só era conhecida pelos povos maias e astecas.

O produto é antigo, mas, até hoje, o cacau é objeto de estudos científicos. Você sabia que o cacau oferece benefícios para os dentes?

Um artigo publicado indica que a matéria-prima para a fabricação do chocolate pode ajudar a saúde bucal. O cacau é rico em antioxidantes, como, por exemplo, catequinas, epicatequinas, ácidos fenólicos e proantocianidinas. A equipe de pesquisadores identificou que estas últimas, as proantocianidinas derivadas de plantas (PACs), podem ter papel importante no combate e tratamento de problemas dentários.

Além disso, os cientistas descobriram que as PACs fortalecem a dentina, camada do dente que fica sob o esmalte. Esse outro trabalho foi publicado no final do ano passado, na conceituada revista científica Journal of Agricultural and Food Chemistry (Revista de Química Agrícola e Alimentar).

Chocolate na Páscoa: 5 dicas para não abusar e passar mal

Imagem: Tetiana Bykovets/Unsplash/Reprodução

Avanços na pesquisa sobre o cacau

A pesquisa faz parte de uma série de investigações sobre as propriedades da substância presente no chocolate. Anteriormente, os especialistas já haviam constatado que as PACs de sementes de cacau têm efeitos positivos nos dentes.

O estudo revelou que esses benefícios são limitados, a depender da estrutura das PACs individuais. Durante a análise das estruturas individuais de seis PACs de cacau, os pesquisadores descobriram que as propriedades de reforço da dentina são condicionadas pelas estruturas dos compostos e pela forma como estão ligados.

A pesquisa, intitulada “B-type Proanthocyanidins with Dentin Biomodification Activity from Cocoa” (“Proantocianidinas do tipo B com atividade de biomodificação da dentina do cacau”), está disponível aqui.

História da data

O chocolate era conhecido como “ouro negro” no passado. Por isso, ao chegar à Europa, o produto se transformou em um símbolo de status para a aristocracia europeia, sendo sinônimo de riqueza e poder. Foi somente após a Revolução Industrial que o doce se popularizou.

No Brasil, as sementes do cacau só chegaram por volta de 1746. Um francês trouxe as mudas e as presenteou a Antônio Dias Ribeiro, um fazendeiro do Sul da Bahia. Com o clima e solo favoráveis para o plantio, as lavouras de cacau prosperaram no estado nordestino. Assim, o chocolate caiu no gosto dos brasileiros, tornando-se símbolo da Páscoa.

Assine a newsletter do Gizmodo

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas