O mundo está cheio de banheiros nojentos. Você pode pessoalmente preferir banheiros que tenham um bom cheiro e não estejam cobertos de imundice, mas tente dizer isso para o seu estômago ou qualquer outro órgão que está envolvido nesse processo e realmente precisa usar o banheiro.

Já aconteceu antes, vai acontecer de novo: você vai estar na rodoviária, ou em um festival de música, ou no apartamento de um homem com menos de 26 anos de idade e vai perceber, repentinamente, que você não tem escolha.

• Qual é o animal mais imundo?
• Por que o meu rosto está mudando de formato conforme envelheço?

É claro que terríveis portadores de infecções virais nem sempre são visíveis a olho nu (ou podem ser sentidos pela sua bunda pelada). Todos os banheiros, mesmo os limpos, são por definição insalubres.

Mas, aparentemente limpo ou visivelmente sujo, a questão permanece: você precisa se preocupar? Quer dizer, as privadas realmente podem transmitir doenças, ou o pior cenário seria apenas você ficar com nojo? E se puderem transmitir doenças, quais especificamente?

Para este Giz Pergunta, fomos atrás de alguns especialistas em microbiologia e imunologia para nos ajudar a responder essas questões. Descobrimos que as chances de morrer/ficar doente da privada errada são baixas, mas é definitivamente possível – e você deveria provavelmente manter o seu banheiro limpo.

William Dampier

Professor assistente de microbiologia e imunologia, Universidade Drexel

Para um indivíduo saudável, a probabilidade de contrair uma doença em um assento de privada é muito pequena. Sua pele tem muitas barreiras contra os intrusos e é muito boa em impedir a entrada de bactérias. Se você já tiver algum tipo de infecção ou erupção cutânea, você provavelmente pode ter uma infecção por estafilococos ou algo assim, mas você teria que ter algum tipo de ruptura na pele para que isso aconteça. Eu não quero dizer que é impossível — é possível —, mas acho que a probabilidade de qualquer sentada no banheiro resultar em uma infecção é provavelmente muito pequena.

Se você sentar em um assento realmente sujo, você pode pegar uma infecção de estafilococo, e existem infecções por estafilococos hoje em dia que são resistentes aos antibióticos. Mas eles tendem a ser encontrados em hospitais, não na natureza.

Os únicos casos que li sobre (alguém pegar uma doença de um assento de privada) foram coisas como dermatite de contato, e isso geralmente acontece com crianças quando elas têm algum tipo de reação alérgica ou assaduras causadas pelo plástico ou pelo fluido de limpeza usado. Mas isso também não é particularmente comum, e as pessoas saram rapidamente. Pelo menos nos estudos de caso, eu não vi nenhum exemplo de alguém contraindo (uma infecção) de um assento de vaso sanitário, e esse é o tipo de coisa que alguém escreveria como um relato de caso. Eu considero a falta de provas como evidência de que isso não está acontecendo.

Vincent Racaniello

Professor de microbiologia e imunologia na Universidade Columbia

Eu diria que sentar em um vaso sanitário pode levar você a ter uma grave infecção por E. coli do trato urinário. E. coli são habitantes normais do nosso trato intestinal, mas algumas estirpes podem causar infecções do trato urinário e algumas podem se espalhar para outros tecidos além do trato urinário.

O problema é que a contaminação fecal do trato urinário é frequente devido à proximidade desses sistemas. É muito mais comum em mulheres do que homens por razões anatômicas: a uretra é mais curta nas mulheres do que nos homens, facilitando a chegada da bactéria à bexiga. Nos homens, é mais provável que a urina elimine as bactérias. Isso muda à medida que os homens envelhecem quando a incidência de infecção do trato urinário aumenta.

Aqui vai uma história que eu ouvi do Dr. James Johnson durante uma entrevista que fiz com ele: um homem idoso foi hospitalizado com uma infecção grave do trato urinário causada por E. coli, que chegou até seus rins. Sua filha o visitou no hospital, usou o banheiro do seu quarto e, algum tempo depois, desenvolveu uma infecção do trato urinário que chegava até os rins, levando à sua hospitalização. A análise de laboratório revelou que ela havia sido infectada pela mesma cepa de E. coli que seu pai! O cenário provável é que o assento do vaso sanitário estava contaminado com a urina de seu pai contendo as bactérias, que ela então pegou do assento ou até mesmo da água.

É uma boa ideia limpar o assento do vaso sanitário com um desinfetante, mas isso não afeta a água, que pode estar contaminada e pode respingar em você. E não se esqueça de que o vaso sanitário gera um aerossol com a descarga, e o aerossol pode ser inalado. Apesar desses riscos, o banheiro ainda é uma das maiores invenções da humanidade, nos permitindo escapar de inúmeras infecções causadas pela prática anterior, quando despejávamos nossos excrementos nas ruas.

Laura Kasman

Professora associada de microbiologia e imunologia, Universidade Médica da Carolina do Sul

Teoricamente, sim, mas seria muito improvável. Se você tivesse um corte aberto ou uma ferida na parte do corpo que tocou o assento e alguém com uma infecção tivesse encostado no assento pouco tempo antes, então,” sim, você poderia pegar a infecção. Os culpados mais prováveis seriam as bactérias estafilococos, papilomavírus humano que causa verrugas ou herpes simplex.

Uma solução: sente-se em cima das suas mãos para que elas fiquem entre o seu bumbum e o assento e, em seguida, lave-as bem com sabão antes de sair do banheiro (você deve lavá-las muito bem de qualquer forma). Também funciona quando os assentos estiverem frios!

Ilustração: Sam Woolley (Gizmodo)