Seja em 48 FPS ou nãoO Hobbit tem um monte de criaturas maravilhosas e irreais, como todos os filmes de fantasia deveriam ter. A mágica por trás de tudo isso, claro, são as imagens geradas por computador, mas a captura de movimentos e um tipo de realidade aumentada usado nas técnicas de filmagem fazem o trabalho por trás das cenas ser quase tão legal quanto o produto final. Só fica atrás de encontrar uns trolls e goblins por andando por aí mesmo. [The Daily]