Tecnologia

Efeito Pix: bancos aposentam tradicionais transferências via DOC

Popularidade do Pix diminuiu transações bancárias no formato mais "tradicional"

A partir das 22h de hoje as transferências bancárias na modalidade DOC (Documento de Ordem de Crédito) serão oficialmente encerradas no Brasil. No método, as transações financeiras são efetivadas apenas um dia após a autorização da instituição financeira.

whatsapp invite banner

Os agendamentos poderão ser realizados até o horário limite, mas os bancos poderão processar todos os pagamentos agendados até o dia 29 de fevereiro, data em que o método será completamente extinto.

Outro modelo de transações bancárias que está sendo descontinuado é o TEC (Transferência Especial de Crédito), utilizado por empresas para pagar benefícios a funcionários. As operações via TED (Transferência Eletrônica Direta) seguem sem alterações — ao menos por enquanto.

O encerramento se dá em razão da popularização crescente do Pix, que permite transações financeiras sem cobrar nenhum valor, além de ser instantâneo. Um levantamento feito pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) revelou que a modalidade DOC não esteve nem entre as 5 modalidades  preferidas para pagamentos pelos brasileiros.

Sucesso do Pix

O Pix foi lançado em outubro de 2020 sob certa desconfiança da população brasileira, mas logo se converteu em um dos métodos de transação mais populares do país.

O projeto que culminou a chegada do modelo de pagamento começou pelo menos cinco anos antes, com um processo de pesquisa de técnicos do Banco Central do Brasil, que resultou em um relatório apresentado publicamente defendendo a utilidade e eficiência de modalidades de transações instantâneas que já ocorriam em outros países.

Atualmente o Pix é o método favorito para transferências bancárias entre pessoas físicas e uma das modalidades favoritas para pagamentos de produtos e serviços online.

Neste ano, o Banco Central ainda planeja lançar novos tipos de Pix parcelado, onde o destinatário recebe o valor integralmente da instituição financeira, enquanto o remetente pode dividir o pagamento em parcelas — de maneira semelhante ao cartão de crédito tradicional.

A modalidade também deve receber o “BolePix”, que funcionará de forma semelhante ao boleto bancário, mas com efetivação imediata, e o Pix Automático, uma alternativa ao débito automático em conta, útil para pagamento de contas recorrentes, como telefone ou internet.

Vinicius Marques

Vinicius Marques

É jornalista, vive em São Paulo e escreve sobre tecnologia e games. É grande fã de cultura pop e profundamente apaixonado por cinema.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas