Vocês conseguiram, operadoras: de acordo com o boletim anual de 2012 do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, que reúne as informações dos Procons de todo o Brasil, as empresas de telefonia celular foram o setor que mais gerou atendimentos, com 172.119 reclamações, ou 9,17% do total.

Os dois números superam os dados de 2011, quando o setor ficou em segundo lugar. O setor desbancou o cartão de crédito, campeão de 2011 e atual terceiro colocado. Em segundo lugar, aparecem os bancos comerciais, com 9,02% das reclamações.

Também no ranking de empresas com mais reclamações, as operadoras tiveram crescimento nas reclamações: a Oi, segunda colocada em 2011, passou de 80.894 para 120.374 queixas, superando o Itaú, primeiro colocado em 2011, e ficando com o título.

O mesmo se repete com outras operadoras: a Claro/Embratel subiu do terceiro para o segundo lugar; enquanto a Vivo/Telefonica passou do sexto para o quinto lugar. Por fim, a Tim/Intelig caiu do quinto para o sétimo lugar, mas teve aumento nas demandas: 32.286 em 2012 contra 27.102 em 2011.

A secretária nacional do consumidor, Juliana Pereira, disse à Folha que telefonia celular, bancos e produtos serão as prioridades do órgão em 2013.

“Os três setores equivalem a 61,7% da agenda dos Procons em 2012. Os dados do Sindec ditam a agenda, análise e intervenção nos setores. É o que pauta o nosso trabalho”, afirmou.

Esperamos que isto ajude a melhorar a situação. [Ministério da Justiça via Folha]