O designer Erik Campbell recebeu a tarefa de modernizar o teclado de acordes original, um dispositivo de entrada usado com uma mão só para entrada de caracteres usando combinações de teclas semelhantes a acordes em um piano. Para se inspirar, ele olhou para uma medusa. http://pt.wikipedia.org/wiki/Medusa_(animal)

O teclado de acordes original, projetado por Doug Engelbart em 1968, era bege e quadradão. Para o seu redesign, Campbell quis fazer algo mais natural e acabou optando pelo formato de uma medusa para melhor se adaptar à curva da mão. Mas o que esse troço faz, afinal? Bem, ele faz com que o seu teclado QWERTY pareça um desperdício.



O conjunto de teclas de um teclado de acordes pode digitar qualquer coisa que o ser teclado QWERTY consegue, usando apenas combinações dos seus cinco botões:

Ah, sim, e funciona como um mouse também. O de Campbell é apenas um design — o do vídeo acima é bem menos elegante –, mas ao que parece ainda há uma galera mantendo vivos os teclados de acordes. Um grande abraço para eles, mas com uma mão só. [Walyou]