Há alguns dias, Saturno e Júpiter vêm se aproximando. Para quem vem acompanhando esse fenômeno noite após noite, o grande auge desse espetáculo ocorre nesta segunda-feira (21), quando os dois maiores planetas do Sistema Solar estarão visualmente alinhados do nosso ponto de vista aqui na Terra.

Explicamos aqui o que é esse fenômeno conhecido como conjunção planetária após conversarmos com dois astrônomos brasileiros. Uma das dicas do professor Felipe Braga Ribas, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), para acompanhar o evento a olho nu é fazer um “hang loose”. Sim, é isso mesmo. Ele explica que o observador deve esticar o seu braço na direção oeste (pôr do Sol), fazendo um sinal de “hang loose”. Ao posicionar o mindinho no horizonte e o dedão para cima, você verá um astro brilhante próximo ao dedão, que será a conjunção de Júpiter e Saturno.

Caso você não consiga acompanhar do lado de fora da sua casa, alguns locais estão se preparando para transmitir esse fenômeno raríssimo ao vivo. O Observatório Nacional, por exemplo, vai contar com a participação de astrônomos de diversas partes do Brasil para mostrar a conjunção planetária em seu canal no YouTube.

Considerando que a última vez que Saturno e Júpiter estiveram assim tão próximos foi há 800 anos, vale a pena separar um tempinho pra ficar de olho no céu após o pôr do sol ou acompanhar a live do Observatório Nacional. Até o Google preparou um doodle para celebrar a data.

Para saber mais sobre a Estrela de Natal, confira aqui nossa matéria.