A Federal Aviation Administration encerrou suas investigações sobre os dois últimos testes dos protótipos de naves espaciais SN8 e SN9 da SpaceX, de acordo com a repórter Jackie Wattles, da CNN. Notícias das investigações federais jogaram o lançamento do protótipo SN10 da SpaceX no limbo legal, mas, no domingo (21), o CEO Elon Musk parecia confiante de que a questão foi resolvida — ele tuitou que há uma “boa chance de voar esta semana!”

No mês passado, surgiram notícias de que a SpaceX violou sua licença de lançamento com o voo de teste de alta altitude da SN8 em dezembro, o que levou a uma investigação formal pela FAA. A agência negou as atualizações propostas da SpaceX para sua licença e não deu luz verde ao lançamento, mas a empresa seguiu em frente, relatou a CNET. O foguete foi lançado com sucesso, mas explodiu durante uma tentativa de pouso. Um porta-voz da FAA agora diz que o assunto SN8 — ou seja, a investigação sobre a quebra da licença, já que eles aparentemente estavam bem com toda a parte da explosão — já foi resolvido.

Quanto ao SN9, que também explodiu ao tentar pousar durante um teste de alta altitude no início deste mês, a agência descobriu que ele “falhou dentro dos limites da análise de segurança da FAA”. Deve-se notar que a investigação SN9 da FAA foi uma resposta de rotina a uma falha de reentrada como a que vimos em 2 de fevereiro.

“A FAA fechou a investigação do acidente com o protótipo da SpaceX Starship SN9 de 2 de fevereiro hoje, abrindo caminho para o voo de teste SN10, dependendo da aprovação das atualizações de licença pela FAA”, disse um porta-voz da agência à CNN na sexta-feira. “A FAA supervisionou a investigação do acidente SN9 conduzida pela SpaceX. O veículo SN9 falhou dentro dos limites da análise de segurança FAA. Seu pouso e explosão malsucedidos não colocaram em perigo a população ou as propriedades.”

Assine a newsletter do Gizmodo

Com essas investigações resolvidas, a SpaceX deve ser liberada para lançar seu protótipo S10, mas ninguém sabe quando isso vai acontecer. Musk estimou que, quando isso finalmente ocorrer, o S10 tem 60% de chance de pousar com sucesso.

Não são as piores probabilidades. Mas se essas espaçonaves vão “ajudar a humanidade a retornar à Lua, e viajar para Marte e além”, como afirma a empresa, eles realmente precisam descobrir o que está fazendo estes protótipos explodirem.