Era apenas uma questão de tempo. Existe agora um vídeo pornô de duas pessoas fazendo sexo em um Tesla enquanto está no modo Autopilot.

No vídeo, um homem dirigindo um Tesla encontra a atriz Taylor Jackson para um “encontro marcado pelo Tinder”, mas 45 segundos após se conhecerem pessoalmente, o casal decide transar no carro, como claramente ocorre na vida real. O motorista consegue manter uma mão no volante no início, mas durante a maior parte em que há coito, o software está no controle.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Reporting you to Elon for not having two hands on the wheel with autopilot enabled. #phworthy

Uma publicação compartilhada por Pornhub (@pornhub) em

Parece que o vídeo foi inserido no Pornhub no fim de abril, e em poucos dias ele fez com que o termo Tesla fosse a busca número um no Pornhub, de acordo com Jackson.

Pornhub e Tesla não responderam imediatamente aos pedidos do Gizmodo por um comentário.

A Tesla diz que o Autopilot não é um “sistema autônomo” e que o recurso tem como objetivo para ser usado por um motorista atento ao volante e à pista, que esteja com as mãos no volante e esteja preparado para assumir controle a qualquer momento”.

O condutor nesta viagem de prazer claramente não aderiu às dicas de melhores práticas da Tesla.

Como pontua o Next Web sobre a cobertura do vídeo, problemas com o Autopilot são mais raros do que com motoristas dirigindo de forma manual. Mas as declarações públicas de Elon Musk, CEO da Tesla, sobre o Autopilot muitas vezes serviram para deixar as pessoas animadas e confortáveis com a ideia de que o software estava dirigindo um carro parcialmente para elas, em vez de educar os clientes que o sistema exige um motorista humano engajado.

A Tesla gosta de lembrar ao público que seus carros têm alertas de áudio e visuais que notificam os condutores de continuarem no controle do veículo, e todos os carros da marca vêm com um sistema de frenagem automática. Estes protocolos provavelmente serão usados em um processo registrado no mês passado pela família de um ex-engenheiro da Apple que morreu em um acidente que o Autopilot não funcionou direito.

Em um blog post sobre o incidente, a companhia informa que o “Autopilot não previne todos os acidentes — tal padrão seria impossível — mas ele torna muito menos propenso que eles ocorram”.

A Tesla provavelmente não encorajaria pessoas a filmarem atos sexuais em seus veículos. No entanto, parece muito provável que Musk — que muitas vezes brincou que planejava batizar os modelos Tesla para formar o termo S-E-X — esteja se divertindo com este vídeo pornográfico.