O Betamax foi um dos fracassos mais infames da Sony: suas fitas magnéticas de vídeo não foram páreas para o VHS, e caíram em desuso. No entanto, só agora a empresa vai parar de fazer essas fitas.

A Sony avisa em comunicado que, em março de 2016, ela deixará de vender fitas Betamax e MicroMV. Ela parou de fabricar gravadores de fita em 2002.



A empresa não estava torcendo que o Betamax voltasse à moda: é que ela tem um longo histórico de dar suporte a clientes que adotaram suas tecnologias. Por exemplo, ela só parou de fabricar MiniDiscs em 2013.

O Betamax entrou na lista de 50 piores invenções da Time. Como explica a revista, ele “não foi tanto um produto ruim como uma lição em marketing que deu errado”. As fitas da Sony dominaram o mercado por um breve período nos anos 1970, mas foram desbancadas pelo VHS devido a uma vantagem fundamental.

A Sony adotou um padrão que usava fitas menores e guardava até uma hora de vídeo, enquanto as fabricantes de VHS usavam basicamente a mesma tecnologia com uma fita mais volumosa que durava duas horas – o bastante para gravar um filme. Como explica o Guardian, “o Betamax perdeu porque, no momento, não podia fazer algo que os consumidores queriam: gravar um filme inteiro sozinho”.

Sony Betamax - anuncio

Também há outros motivos. A JVC – que desenvolveu o sistema VHS – o licenciou para qualquer fabricante, resultando em mais videocassetes vendidos, e em mais filmes disponíveis em VHS. A Sony tentou licenciar o Betamax para outras empresas, como a própria JVC, mas era basicamente a única fabricante.

E, como aponta o Los Angeles Times, havia o problema do orgulho na Sony. Akio Morita, cofundador e então presidente da empresa, decretou que o Betamax “só poderia ser vendido sob a marca Sony e com um preço mais elevado do que VHS, porque tinha maior qualidade”. O público não se importou, e o VHS venceu.

Esta foi uma das inúmeras guerras de mídia ao longo das décadas seguintes: DVD vs. VideoCD, Blu-ray vs. HD-DVD, microSD vs. Memory Stick, entre outros. E agora, o Betamax pode enfim acabar.

A última grande fornecedora de fitas VHS deixou de fabricá-las em 2008.

[Sony Japan via The Verge]

Fotos por hcalderonmeister/Flickr e roadsidepictures/Flickr