Se você precisa de provas de que o futuro da tecnologia de reutilização de foguetes vai ser espetacular, dê uma olhada nesta imagem de alta exposição, que mostra o foguete Falcon 9, da SpaceX, deixando o Cabo Canaveral (à esquerda), na Flórida (EUA), e os rastros do propulsor de volta à Terra (à direita).

>>> A SpaceX está ficando sem espaço para guardar os seus foguetes Falcon 9
>>> A SpaceX conseguiu de novo: veja mais uma aterrissagem de foguete em uma plataforma no mar

Após o lançamento do foguete Falcon 9 na madrugada desta segunda-feira (18), a nave espacial Dragon foi desacoplada do conjunto para ir em direção ao seu destino, no caso a Estação Espacial Internacional (ISS). Enquanto isso, o Falcon 9 retorna à Terra.

Esta é a quinta vez que a SpaceX consegue aterrisar com segurança o propulsor do foguete Falcon 9, e a segunda vez que a empresa conseguiu aterrissar em terra firme — a primeira foi em dezembro de 2015. Após isso, a empresa fez diversas tentativas na Of Course I Still Love You, uma plataforma de embarcação no mar, que ganhou esse nome em homenagem ao autor de ficção científica Iain M. Banks.

A empresa passou a fazer testes de pouso em embarcações, pois esta é uma opção que gasta menos combustível. Nesta missão, em específico, havia combustível o suficiente para fazer o foguete aterrissar em terra firme.

Como explica o The Verge:

“Se um foguete precisa de uma aceleração muito rápida durante o lançamento — como estes em direção à órbita terrestre alta ou com muita carga —, ele usa muito combustível. Isso faz com que haja menos combustível para o foguete voltar à Terra, o que significa que o pouso na embarcação às vezes é a única opção.”

Para mim, é incrível ver a rapidez com que a SpaceX tem tornado comum algo que engenheiros e nerds espaciais sonhavam por mais de 50 anos.

A missão levou mais de 2.000 kg de suprimentos críticos e novos experimentos para a Estação Espacial Internacional.
Mas não devemos deixar-nos acomodados com isso. Esse negócio ainda é incrível.

Caso você queira dar uma olhada em como foi o lançamento, a SpaceX  já disponibilizou a transmissão ao vivo da missão:

Imagem do topo por John Raoux/Associated Press