Sua câmera DSLR toda chique pode ser muito boa, mas sensores de imagem modernos não são o único caminho para capturar imagens espetaculares. Um coletivo de artistas está criando ótimas fotos sem clicar num único botão de disparo. O segredo deles? Produtos químicos. Químicos pesados. E muito talento.

A magia por trás da captura de imagens sem câmera é bem simples, na verdade – o papel fotográfico é revestido com nitrato de prata, que projeta uma imagem na superfície sensível à luz. Mas isso é só o começo. Cada artista cria suas variações, algumas deles extremamente complexas – adicionando água, vidro quebrado, e até seus próprios corpos no processo fotográfico.

A artista Susan Derges, por exemplo, mergulhou seus papéis fotográficos num rio e usou a lua e uma lanterna para expor a imagem. A lua! É quase o bastante para chamar sua câmera de trapaceira, não? E o resultado é maravilhoso.

Se isso te impressionou, prepare-se para a obra de Floris Neususs, que usou corpos humanos inteiros de uma vez. Dependendo da posição do modelo, a imagem criada varia de clara para caótica, e cria um efeito único.

O resto das táticas de baixa tecnologia são tão impressionantes quanto as citadas, e cada uma é única. Nada contra as câmeras digitais que nós amamos tanto, mas certas coisas só podem ser feitas num formato mais clássico. [Digital Journal of Photography]