O fotógrafo Xavi Bou começou o projeto “Ornithographies” há cinco anos, registrando voos de pássaros a partir de uma perspectiva diferente da nossa percepção de tempo. Com alguns truques de edição, ele consegue dar um novo olhar aos voos. O curioso é que as imagens se parecem muito com aquilo que é chamado de pré-cinema.

“Quando eu descobri este jeito, percebi que estava fazendo algo semelhante ao que era feito 150 anos atrás. Era cronofotografia”, contou ao Gizmodo.

A cronofotografia precedeu os filmes cinematográficos e foi desenvolvido durante a Era vitoriana para o estudo científico do movimento. A ideia era capturar diferentes quadros de movimento – um cavalo galopando por um campo, por exemplo – que depois seriam reunidos numa sequência ou em uma imagem única. Esse estudo acabou gerando os primeiros dispositivos cinematográficos, como o cinetoscópio, que permitia assistir animações em loops (nosso amor pelos GIFs é bem antigo).

E mesmo que a cronofotografia pareça ultrapassada, reunir vários quadros numa única imagem ainda rende resultados belíssimos. Cada foto da série Ornithographies é uma colagem: centenas de quadros capturados em apenas alguns segundos. O padrão de voo dos pássaros nos mostra como a percepção temporal estrutura a nossa realidade.