O Reator de Isótopos de Alto Fluxo (HFIR, na sigla em inglês), no Laboratório Nacional Oak Ridge (ORNL, na sigla em inglês), EUA, foi reabastecido há algumas semanas, e o pessoal do laboratório postou algumas imagens do processo. E que imagens!

O brilho azul luminescente, causado por um fenômeno chamado radiação de Cherenkov, foi capturado pela câmera, fazendo com que o reator lembre uma arma de filmes de ficção científica.

O HFIR é um reator de pesquisa no ORNL, mas também é usado para a produção de isótopos para aplicações científicas, industriais e médicas, isótopos como o califórnio-252 e outros isótopos transurânicos. E conseguimos ver isso nas imagens abaixo! O ORNL explica:

O Reator de Isótopos de Alto Fluxo no Laboratório Nacional Oak Ridge é a maior fonte de nêutrons para pesquisa nos EUA, e oferece um dos maiores fluxos de nêutrons em estado de equilíbrio no mundo. Operando a 85 MW, um ciclo médio de combustível no HFIR geralmente roda por 26 dias – dependendo da carga de experimentos no ciclo – seguido por um reabastecimento e período de manutenção para diversas coisas, como calibragem, modificação, reparo e inspeção.

O reator passou por um reabastecimento de rotina em julho de 2015, como visto nessas fotos. Embora submerso, o combustível gasto emite um brilho azul luminescente devido à radiação de Cherenkov, na qual os elétrons derramados se movem através da água mais rápido do que a velocidade da luz. Assim que retirado do reator, o combustível irradiado é, então, colocado em uma piscina para armazenamento provisório.

Fotos via Oak Ridge National Laboratory