O corpo humano é a máquina mais avançada do mundo, mas isso não quer dizer que ele não possa usar alguma ajuda de outras tecnologias para atingir o seu pico de performance e ganhar aquele tão sonhado “downgrade” no peso e nas medidas. A seguir, vamos ver alguns sites, apps e aparelhos que podem te ajudar a perder peso e fazer a manutenção da supermáquina que é o seu corpo.

1. SITES

Traineo/MyFitnessPal

Particularmente, não sou fã de ficar obsessivo pelo aspecto calórico da perda de peso. Ao medir caloria a caloria todos os alimentos e exercícios que fazemos durante os nossos dias, damos importância demais a um aspecto que é muito mais teórico do que prático. Mas ir por este caminho é definitivamente melhor do que ficar parado, e no fim das contas cada pessoa se dá melhor com uma abordagem diferente.

Para quem gosta de fazer as coisas desse modo, o Traineo e o MyFitnessPal são os dois principais sites nos quais podem se concentrar. Ambos pedem que você registre a quantidade de calorias consumidas e queimadas, entre outros dados, e te ajudam a chegar no seu objetivo através de gráficos, cálculos de tendência de perda de peso e motivação de outros usuários.

O Traineo é mais focado no aspecto social e pode ser usado gratuitamente, mas tem recursos extras para assinantes, enquanto o MyFitnessPal é mais focado na matemática e na contagem calórica, mas é completamente gratuito e conta com um ótimo app para iPhone e Android, o Calorie Counter & Diet Tracker.

Diet TV

Um dos pilares da perda de peso é uma boa dieta. A visita a um nutricionista é mais do que recomendada em todos os casos, mas se você quiser aventurar-se nesse mundo sem a ajuda de um especialista (ei, é melhor do que não fazer nada a respeito), o Diet TV pode te dar uma mão. Trata-se de uma base de dados com possivelmente centenas de dietas diferentes, mas em vez de analisar uma por uma e escolher a que mais te atrai, você simplesmente ajusta alguns seletores de preferências pessoais (por exemplo, se você faz questão de uma cervejinha ou pode ficar totalmente sem álcool, ou se consegue se virar sem carboidratos). Baseado nas suas escolhas, o site retorna as dietas que mais se adaptam a você.

Apenas para reforçar: ao fazer qualquer dieta mais radical, tenha em mente que o acompanhamento de um profissional de saúde é absolutamente recomendado. Dito isso, para quem nunca se preocupou com a saúde, comprometer-se de verdade com uma dieta qualquer por conta própria pode ser o início de uma mentalidade mais consciente quanto à alimentação, e isso nunca é ruim.

Stickk

O Stickk é para aqueles que, como eu, não sofrem apenas com o excesso de gorduras indesejadas, mas também com uma dificuldade impressionante de se comprometer a um objetivo e seguir adiante naquilo.

Neste site, você define um objetivo e faz um “commitment contract” (“contrato de comprometimento”, em tradução livre). O objetivo pode ser a perda de uma quantidade X de peso, assim como qualquer outro tipo de coisa, como parar de fumar ou ir dormir mais cedo. O que importa é que, no contrato de comprometimento, você tem a opção de eleger um ou mais juízes – pessoas da sua confiança, que vão agir como fiscais, informando o seu progresso ao site – e, o mais interessante, pode colocar dinheiro na roda.

Você escolhe que valor quer apostar contra você mesmo, por assim dizer. Se você perder, o dinheiro é debitado do seu cartão de crédito e será recebido por alguém à sua escolha (sugestão: uma instituição com a qual você não concorda). O dinheiro é opcional, assim como o lance de escolher um juiz, mas quando nada mais funciona, lembre-se de bater onde dói mais: na carteira.

HabitForge

O objetivo do HabitForge é similar ao do Stickk, mas a metodologia é bem menos radical. Você apenas informa o seu objetivo ao site (por exemplo, fazer 40 minutos de exercício, ou não comer nenhum doce), e ele vai te enviar um email todos os dias, perguntando se você cumpriu o que prometeu ou não. A esperança do site é que a humilhação de admitir a própria falha seja motivação o suficiente para que você permaneça no caminho certo – até porque você pode se juntar a pequenos grupos com objetivos similares ou compartilhar uma URL para que seus amigos acompanhem o seu sucesso.

Segundo o site, qualquer coisa que você faça por 21 dias seguidos se torna um hábito, então este é o objetivo. Se você responder sim ao email por 21 dias sem falhar, pode se considerar bem sucedido na criação de um novo hábito saudável.

Skinnyo

O Skinnyo é bem simples, bem bonito, e tem cara de ser também bastante divertido. É um site onde você pode armar competições de perda de peso com um ou mais amigos – nas quais obviamente ganha quem perder mais. Aqui o conceito de gamificação é bem explorado, com Achievements e desafios.

2. APPS

Nike+ GPS/RunKeeper

Sair para uma caminhada ou corrida com frequência é considerada uma das melhores maneiras de perder peso, e o RunKeeper e o Nike+ GPS são os dois principais apps para te ajudar com isso. Você os inicia no seu bolso e sai a correr, enquanto eles medem sua velocidade, trajeto via GPS, ritmo, estimativa de calorias queimadas, e dão feedback no tempo decorrido/restante na sua atividade. Depois, sobem estes dados todos para os seus respectivos sites, onde o sistema dará um jeito de te manter motivado e engajado com os seus exercícios.

Até aí eles, são bem parecidos, mas a verdade é que o Nike+ é um tanto mais casual e “divertido”, enquanto o RunKeeper é mais sério e compenetrado (e também está disponível para Android). A sua escolha vai do seu estilo – o Nike+ GPS custa 2 dólares, enquanto o RunKeeper é gratuito.

Full Fitness

Se você é, ou pretende ser, um rato de academia, baixe agora o Full Fitness. Ele contém todos os exercícios possíveis e imagináveis, divididos por área muscular ou por equipamento necessário. É possível também montar seus próprios programas de exercícios sequenciais, ou usar algum entre os sugeridos pelo app. Como extras, o app também tem uma seção para acompanhamento de peso e medidas com gráficos, uma calculadora de IMC e um contador de calorias (embora para isso o aplicativo do site MyFitnessPal, mencionado acima, pareça ser bem melhor).

Nike Training Club

Voltado para mulheres – mas aparentemente também adequado para homens – o Nike Training Club é um dos aplicativos gratuitos mais impressionantes que eu já vi, apresentando centenas de exercícios, cada um deles com demonstrações em vídeo. Só tome cuidado: ele é um download tão pesado quanto os maiores jogos do iOS, pesando mais de 500kg, digo, MB.

WeightBot

Sabe aqueles apps que só realizam uma função, mas se esforçam para realizá-la da forma mais perfeita possível? Todos os apps da Tabbots (da qual eu sou fã) são assim, e o WeightBot não é exceção. Ele serve simplesmente para que você coloque o seu peso todos os dias. Com esses dados, ele cria um gráfico sensacional, incluindo também a sua linha de objetivo e uma linha que prevê, baseado no seu histórico de pesagens, o quanto você vai emagrecer (ou engordar) nos próximos dias. Entre outras coisas. US$ 2 bem gastos.

Dayta

Em comparação com o WeightBot, ao qual é similar, o que o Dayta perde em personalidade e charme de interface, ganha em versatilidade. Em sua essência, o Dayta serve para cadastro regular de qualquer tipo de dado, o que significa que você pode usá-lo tanto para cadastrar o seu peso quanto qualquer outra coisa, de litros de água consumidos por dia até a quantidade de experiência recebida por dia no World of Warcraft. Para tudo, ele também gera gráficos. US$ 4.

Contador de Calorias FatSecret

Além de estar disponível em português, este contador de calorias também tem a tabela nutricional de diversas marcas populares e alimentos brasileiros – como feijoada e guaraná, por exemplo. Conta com diário alimentar, diário de exercícios, calendário de dieta e controlador de peso, e é super intuitivo e fácil de usar. Disponível também para iPhone.

CardioTrainer

O funcionamento do CardioTrainer é bem parecido com o RunKeeper – principalmente nas atividades de caminhada e corrida que são acompanhadas por GPS –, mas também inclui atividades indoor como esteira, pilates, yoga, levantamento de peso, aeróbica, boxe, dança, esportes em equipe, entre outras. Tem integração com twitter e facebook, além de high scores e comparativo de atividade entre os amigos, o que pode ser excelente como fator motivador.

Jamie Oliver Recipes e 20 Minute Meals

Sim, este é um aplicativo de receitas. Aprender a cozinhar em casa, com alimentos de boa procedência e ingredientes selecionados por você mesmo, além de ser um prazer, muda completamente a sua relação com a comida. Ao cozinhar, você está ciente de tudo que está comendo. Na minha opinião, isso é melhor do que saber de cor quantas calorias tem cada coisa, e ainda comer fast food. Aprender a cozinhar te faz comer melhor, e comer melhor te faz emagrecer.

Nesse quesito, entre todos os que eu testei, os apps do chef-superstar Jamie Oliver são os meus favoritos por uma grande margem. Ele não ensina apenas a cozinhar, mas também dá aulas completas sobre os utensílios necessários para a sua cozinha, ensina a cortar legumes como um profissional, entre outras coisas. Tudo em vídeos de altíssima qualidade (em inglês, sem legenda, e com sotaque britânico engraçado).

São dois apps separados: o 20 Minute Meals custa 8 dólares e vem com diversas receitas e “vídeo-aulas”, enquanto o Jamie Oliver Recipes é gratuito e vem com pouco conteúdo, mas pode ser melhorado com pacotes de receitas e vídeos que você compra individualmente (inclusive os que fazem parte do 20 Minute Meals). Qualquer um dos dois é recomendadíssimo.

MyFitnessPal

A tabela nutricional do MyFitnessPal é bastante rica, então fica mais fácil controlar se a sua dieta está bem balanceada. Além disso, a tabela de exercícios inclui alguns jogos do wii sports e wii fit, esportes em equipe detalhados – o app distingue aquela partida de futebol ocasional de algo mais competitivo – além de incluir algumas atividades mais bizarras que também queimam calorias como bilhar, jardinagem, monociclo, conserto de automóveis, boliche, carpintaria e faxina.

Disponível para Android, Blackberry, iPhone. Se o app não estiver disponível para o seu aparelho, também é possível manter um registro da alimentação e das atividades através do site (citado acima).

3. HARDWARE

Balança Wi-Fi Withings

O que essa balança tem de incrivelmente legal, ela também tem de cara e desnecessária. Mas é incrivelmente legal, então vale a menção. Como você pode adivinhar pelo nome, o diferencial dela é que ela consegue se conectar à internet e enviar o seu peso para diversos sites e serviços – entre eles o WeightBot, citado acima. Além disso, ela é bonitona. Mas não se afobe, como eu me afobei quando ouvi falar pela primeira vez. No único lugar do Brasil onde eu encontrei para comprar online, uma unidade custa R$ 914. Emagreci na hora, só de ver o preço.

Sensor Nike+

O app Nike+ GPS funciona nos aparelhos mais modernos da Apple apenas com o uso do acelerômetro e GPS, mas como ficam os donos de iPods mais antigos e não-Touch? Para eles, é necessário o uso deste kit de pequenos sensores. Um deles vai debaixo da palmilha de algum tênis Nike compatível, e o outro vai na entrada do cabo de dados do iPod. Custa em média R$99. Comprei o meu na Netshoes.

Relógio Nike+ Sportswatch GPS

É um relógio bem estiloso, que informa diversos dados da sua corrida e dispensa o uso de qualquer aparelho da Apple para brincar de Nike+. Já falamos dele aqui.

Fitbit

Este pequeno aparelhinho deve ser usado por você durante todas as horas do dia e da noite. Em troca, ele usa os seus sensores de movimento semelhantes aos do Wii Remote para te mostrar dados da sua atividade diária (períodos de sedentarismo, por exemplo) e também do seu sono, detalhando quantas horas você dormiu de fato durante o tempo em que ficou deitado. O Fitbit custa U$ 100, mas infelizmente eles não enviam para fora dos EUA. Você teria que dar um jeito de trazer de lá.

________

Sem dúvida, há inúmeras tecnologias e ferramentas que podemos usar na hora perder peso. Estas são apenas as que eu conheço. A inteligência coletiva dos leitores do Gizmodo Brasil com certeza conhece mais algumas, e eu estou ansioso para ler sobre elas nos comentários.

 

[Colaborou Marina Val. Ilustração: bitmOO. PB: O rapaz da ilustração é o próprio Fabio Bracht, que todo dia fala de seu progresso contra a balança no Twitter]