Em agosto, o Google anunciou que estava comprando a Motorola Mobility por US$12,5 bilhões pelo seu portfólio de 17.000 patentes e 7.500 pedidos de patente. E ontem, órgãos de defesa da concorrência nos EUA e União Europeia autorizaram a compra. Agora só falta a compra ser aprovada pela China e Taiwan.

As autoridades no Departamento de Justiça dos EUA e na Comissão Europeia concluíram que a aquisição da Motorola não reduz muito a concorrência. O receio, no entanto, é como o Google vai usar seu – agora enorme – portfólio de patentes.

Joaquin Almunia, da Comissão Europeia, diz que há “a possibilidade de que, uma vez que o Google seja o dono deste portfólio, o Google abuse dessas patentes, vinculando algumas delas a seus dispositivos com Android”. E, em declaração oficial, o Departamento de Justiça dos EUA disse: “a forma como o Google pode exercer suas patentes no futuro permanece uma preocupação significativa”. Não vá dar uma de Apple, hein Google! [Reuters]