Apesar de todas as ferramentas online que existem para facilitar nossa vida, o compartilhamento de arquivos ainda é algo que parece mais complicado do que deveria. Um exemplo disso é que, para conseguir transferir algo, geralmente as pessoas optam pelo e-mail ou pelo WhatsApp, por exemplo — que têm limitações de tamanho. A solução costuma ser o Google Drive, ou alguma outra ferramenta de hospedagem de arquivos — que acabam, por vezes, deixando o processo mais intrincado.

Mas parece que o Google está trabalhando para resolver esse problema; não apenas o do compartilhamento para terceiros, mas também o auto compartilhamento — aquela gambiarra de mandar e-mails para você mesmo.

Primeiro, a empresa expandiu a ferramenta Fast Pair para PCs com Windows. Ela permite que os usuários configurem facilmente acessórios bluetooth, sincronizem mensagens de texto e compartilhem arquivos usando o serviço Near Share.

Agora, o Google adicionará mais um recurso, chamando “Self Share” e, como o nome sugere, permitirá que os usuários transfiram facilmente arquivos para si mesmos em seus próprios dispositivos.

Segundo o site Chrome Story, que divulgou as informações do novo recurso, por enquanto, o Self Share começará a ser testado no Chrome OS Canary, versão do navegador voltada para desenvolvedores.

Como vai funcionar

Quando o recurso estiver ativado, o usuário verá a opção “Enviar para seus dispositivos’’ no menu de compartilhamento. Aí, assim como acontece com o Nearby Sharing, o Chrome OS vai selecionar a melhor forma de enviar o arquivo — seja via wi-fi ou via bluetooth, por exemplo.

Ainda não se sabe a data de quando esse recurso chegará para todos os usuários. O jeito é aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Leia também: 5 extensões do Google Chrome que vão facilitar seu home office.