O Google, determinado em digitalizar todos os livros do mundo, achou que seria prudente avisar quantos livros existem por aí. Eles criaram um algorítimo especial que entregou o número: 129.864.880 livros.

Esse post no blog Inside Google Books explica todo o processo. Primeiro, eles tiveram que decidir o que é exatamente um livro – a noção do Google é bem parecida com as medidas do International Standar Book Numbers.

Mas o ISBN é um padrão relativamente novo, tendo surgido nos anos 60, e relativamente mais ocidental, então há um grande número de livros – antigos e estrangeiros, em sua maioria – que não tem o cadastro da ISBN.

Então o Google deixou o ISBN para trás e sugou informações de 150 fontes, incluindo “livrarias, a WolrdCat, catálogos da união nacional e provedores comerciais”, e então eliminaram os duplicados. Eles chegaram aos 600 milhões de títulos. Depois de eliminar mais livros duplicados, microformas, mapas, gravações de áudio e tudo mais que não foi considerado livro, e depois de ajustar o número pela descrição das publicações, o número final foi 129.864.880. Ei, eu já li alguns desses! [Inside Google Books via CrunchGear]

Foto por Patrick Cage