Desenvolvedores na Argentina receberam uma péssima notícia no fim da semana passada: o Google enviou uma carta dizendo que não poderia mais fazer pagamentos a eles. Assim, apps de desenvolvedores argentinos serão removidos da Play Store no dia 27 de junho e eles receberão o último pagamento no dia 22 de julho.

A limitação vale tanto para a venda de apps quanto para negociações in-app. Na carta enviada aos desenvolvedores, o Google diz que eles ainda poderão ser pagos caso estejam autorizados a vender em outros países. Caso contrário, só poderão oferecer apps gratuitos.

No ano passado o governo da Argentina impôs fortes restrições à troca de moedas dentro do país. Apesar do Google não ter afirmado que o motivo das limitações da Play Store argentina seja esse, é seguro afirmar que é por causa disso – em sua página de suporte a desenvolvedores, o Google diz que o existem muitos “desafios para fazer pagamentos aos desenvolvedores da Argentina.”

Assim, dentro de um mês, os usuários de Android na Argentina terão uma Play Store bastante esvaziada – pelo menos em relação a apps locais pagos, já que gratuitos e de empresas de fora continuarão disponíveis. É um belo golpe que vai dificultar demais a vida dos pequenos desenvolvedores no nosso país vizinho, que agora não poderão vender apps para outros moradores do próprio país. [The Verge, Celularis]