Parece que as grandes empresas de tecnologia estão mesmo interessadas ​​no futuro dos vídeos timelapse. Na semana passada, a Microsoft publicou o app Hyperlapse, que estabiliza vídeos tremidos.

Agora, o Google e a Universidade de Washington estão mostrando o que poderia ser o futuro das timelapses faça-você-mesmo: você só precisa de um computador e de alguns milhões de fotos disponíveis online.

Uma equipe de pesquisadores coletou fotos do Flickr, Picasa e Panoramio com licença Creative Commons. Eles só usaram imagens com geolocalização para facilitar o trabalho. Este processo se chama “mineração de timelapse”.

Depois, essas fotos foram agrupadas de acordo com o local, e manipuladas para se encaixarem em um só ponto de vista. Por fim, as imagens foram reunidas em um vídeo. Cada sequência pode levar até seis horas para ser renderizada em um computador. A equipe explica:

Primeiro, nós agrupamos 86 milhões de fotos em locais de interesse e pontos de vista populares. Então, nós classificamos as fotos por data e deformamos cada foto para se encaixar em um só ponto de vista. Finalmente, nós estabilizamos a sequência de fotos, para compensar as variações de iluminação e minimizar a cintilação.

Dessa forma, eles criam vídeos para mostrar a evolução de cidades, cachoeiras e geleiras. Isso poderia ser usado para acompanhar o impacto de mudanças ambientais, por exemplo; seria algo semelhante ao que o Google fez em 2013, mostrando em GIFs e imagens de satélite as mudanças no planeta ao longo dos anos.

Timelapse do Google (4)

Eles já geraram mais de 10.000 timelapses de 3.000 locais, incluindo vários pontos no Brasil. Infelizmente, só foi divulgada uma pequena amostra, nenhuma relacionada ao nosso país.

Os pesquisadores devem liberar todos os timelapses em agosto, quando apresentarão seu trabalho na conferência Siggraph 2015. Eles prometem lançar em breve o código que permite fazer vídeos assim. [Time-lapse Mining via Engadget via 9to5Google]

Timelapse do Google (5)

Timelapse do Google (3)

GIFs por Prosthetic Knowledge e Slate