A BlackBerry se perdeu ao longo dos últimos anos, mas o BBM – seu serviço proprietário de mensagens – manteve-se sólido e bem concebido.

Ele é mais confiável que outras alternativas, com menos falhas na entrega de mensagens, e já conta com 60 milhões de usuários ativos – são mais de 10 bilhões de mensagens enviadas por dia. E ao contrário do WhatsApp, ele é gratuito e não é vinculado ao seu número de celular.

A empresa anunciou que, neste final de semana, levará o BBM para o iOS e Android. Nós testamos rapidamente a versão final dos dois apps, e gostamos do que vimos.

Testamos o app em um iPhone 5 e em um Samsung Galaxy S4, e ambas as versões rodaram sem problemas. Não há lag ao navegar entre conversas e menus; e a Blackberry fez um trabalho admirável em adaptar o BBM para as convenções de design de cada plataforma.

bbm iphone android

Ver o BBM em ação no Galaxy S4 foi particularmente marcante: eu usei o serviço no Blackberry Z10, cuja tela é bem menor – e o app fica enorme na tela grande.

O BBM mantém as mesmas funcionalidades básicas do Blackberry OS. Inicialmente, há apenas mensagens de texto; chat em vídeo e compartilhamento de tela devem ser incorporados no futuro.

O BBM é bonito e útil, mesmo sem um teclado QWERTY físico! Mas a grande questão é saber se alguém vai realmente usá-lo. O BBM era um produto inovador há alguns anos, mas há diversos serviços de mensagens hoje em dia – inclusive de gigantes como Google e Facebook.

Representantes da BlackBerry me disseram que, apesar do BBM não oferecer novos recursos, a empresa pretende continuar a desenvolver funções sociais para torná-lo um produto mais atraente.

O BBM chega ao Google Play neste sábado, 21 de setembro, para dispositivos com Android 4.x. A versão para iOS chega um dia depois, no domingo.

Vídeo: