O Nexus 5 original continua sendo um dos meus smartphones preferidos desde o seu lançamento. Ele cabe na minha mão perfeitamente e é rápido pra caramba. Mas ele sofria com uma duração de bateria terrível, e quando chegaram smartphones que aguentavam mais, eu tive que trocar de aparelho.

Hoje, finalmente o Nexus 5 ganhou um sucessor. Eis como é usá-lo por alguns minutos.

Em resumo, ele é ótimo.

Google Nexus 5X

O novo smartphone é maior do que o Nexus 5 original, mas ainda é bastante confortável de se segurar. Ele é incrivelmente leve. Consegui alcançar os extremos da tela sem precisar reposicionar o aparelho na minha mão, apesar de ainda ser um pouco difícil chegar ao topo. Eu meio que senti falta do tamanho do Nexus 5 original, mas ele está bem próximo disso.

A traseira de plástico escovado é boa e aderente, e dá uma sensação de ser forte. O sensor de digitais na traseira é bem fácil de se acessar quando você segura o aparelho com uma mão, mas não consegui configurar minhas digitais para saber se funciona bem – segundo o Google, depois que aprende a sua digital, ele funciona em menos de um segundo.

Google Nexus 5X

O que mais me impressionou no 5X foi a velocidade. Essa coisa simplesmente voa. Apps abrem instantaneamente. O Google Now On Tap, o novo motor de sugestão contextual da empresa, funciona em alguns segundos. Assim que o foco é definido na câmera, quase não há lag perceptível. Por fim, as animações incluídas no Marshmallow (Android 6.0) são espetaculares. Não ficou nada exagerado e casaram bem com o sistema operacional.

Google Nexus 5X

Alguns problemas que encontrei no meu breve período de experiência com ele: para começar, a tela. Ela certamente é bastante nítida (423 pixels por polegada), mas as cores me pareceram meio lavadas. Não é surpreendente, considerando que é um display IPS e não AMOLED. Acredito que eles escolheram cortar custos para manter o aparelho próximo aos US$ 350, mas não é o ideal.

Outro ponto decepcionante é o alto-falante, que é bem fraco. Ficou bem abaixo dos dois speakers encontrados no 6P – não dá nem para comparar.

Google Nexus 5X

Nexus 6P

E depois do 5X fui em direção ao Nexus 6P e olha, ele parece ótimo. Para ser sincero, nunca fui muito fã do Nexus 6 original. Ele era grande e pesado demais, e eu devia deixar ele cair duas ou três vezes por semana. Isso me deixava louco.

O 6P é grande também, mas ficou muito melhor. Parte disso se deve ao seu novo corpo maravilhoso de alumínio, que nos lembra um pouco o HTC One original. Também ajuda o fato do Nexus 6P ser levemente menor do que o anterior, facilitando muito na hora de segurá-lo.

Google Nexus 6P

Ainda é difícil chegar às notificações no topo da tela, mas acho que vai ser bem menos provável que eu deixe esse aparelho cair. E vou confessar que, no geral, ele parece ser mais premium do que o Nexus 5X.

Google Nexus 6P

Assim como o 5X, o Nexus 6P é extremamente veloz. Não percebi nenhum lag nem hesitação em nenhum momento. O app da câmera abriu rapidamente eu tirei algumas fotos sem lag, e as imagens me pareciam boas, apesar das condições terríveis de iluminação (e, claro, não tive a chance de inspecionar as imagens em um monitor, então é difícil avaliar a qualidade delas).

Em contraste com a tela IPS do 5X, o 6P usa um display AMOLED que é maravilhoso, com os pretos profundos e cores vivas e vibrantes. Com 515 pixels por polegada, você terá mais pixels do que seus globos oculares são capazes de enxergar.

Google Nexus 6P

Em resumo, os dois dispositivos me impressionaram bastante nos poucos minutos que estive com eles. Ambos são rápidos, e ambos parecem ser ótimos. Agora eu não sei o que fazer. Quero o tamanho do 5X, mas também adoro as melhores especificações técnicas possíveis e por isso é difícil resistir ao 6P.