Um zoológico em Antuérpia, na Bélgica, pode ter registrado o primeiro caso de Covid-19 em hipopótamos. Dois animais da espécie que habitam o local testaram positivo para o Sars-CoV-2, e foram colocados em quarentena por precaução. A notícia foi confirmada pelo zoológico na última sexta-feira (3).

Os hipopótamos são Imani, de 14 anos, e Hermien, de 41. Os funcionários do zoológico relataram que nenhum dos animais apresentou sintomas graves, apenas corrimento nasal. 

Todos os animais do zoológico foram testados para a Covid-19 no último ano, mas nenhum apresentou resultado positivo. É comum que o nariz dos hipopótamos fique úmido, mas nos últimos tempos, a dupla estava com um muco espesso, o que levou os tratadores a optarem pelo testes. 

O resultado surpreendeu a todos. Em zoológicos, já haviam sido relatados casos de felinos, lontras, primatas e hienas com a infecção. O vírus também foi identificado em fazendas de visons (minques) e em animais selvagens, como veados. 

Animais de estimação, como gatos, cães e furões, também testaram positivo para a Covid-19, confirmando que o vírus pode saltar de humanos para animais. Porém, essa é a primeira vez que hipopótamos testam positivo para a doença. 

Ainda não se sabe qual foi a origem da infecção. Nenhum tratador do zoológico teve sintomas ou testou positivo para o novo coronavírus. A equipe deve continuar rastreando.