A Huawei anunciou este mês o processador Kirin 950, que quebra recordes de desempenho e consome menos energia que gerações anteriores. O primeiro smartphone com esse chip é o Mate 8; confira os detalhes.

O Huawei Mate 8 é um phablet com tela de 6 polegadas e resolução Full-HD, com vidro 2.5D levemente curvado nas bordas para melhor ergonomia.

Temos aqui um corpo de alumínio disponível em quatro cores diferentes – champanhe, prata, cinza e marrom – com um leitor de digitais na traseira: ele é circular assim como no Nexus 6P, também feito pela Huawei.

Huawei Mate 8 (1)

O destaque fica para o processador de oito núcleos Kirin 950, que promete desempenho superior ao Nvidia Tegra X1 – até então o chip móvel mais rápido no mercado – e consumo de energia reduzido, graças ao processo de fabricação de 16 nanômetros.

O smartphone vem com bateria de 4.000 mAh, semelhante à do modelo anterior (Mate 7), porém sua autonomia promete ser 30% maior por causa do processador mais eficiente. Também há suporte a carregamento rápido: até 37% de bateria em 30 minutos. No entanto, não temos aqui uma porta USB Type-C – é uma entrada microUSB comum.

Por dentro, temos 3 GB a 4 GB de RAM, dependendo do modelo; 32 GB a 128 GB de armazenamento expansível por microSD; e suporte a dual-chip. O Mate 8 roda Android 6.0 Marshmallow com uma personalização da Huawei chamada EmotionUI 4.0.

Huawei Mate 8 (3)

A câmera traseira tem 16 megapixels, estabilização óptica de imagem e sensor 1/2,8″ da Sony. Enquanto isso, a câmera frontal tem 8 megapixels e também usa sensor da Sony.

O AnandTech testou a câmera e diz que “ela parecia oferecer uma qualidade de imagem muito boa, e o novo processador de imagem no Kirin 950 parece fazer parte de algumas das melhorias em termos da câmera. Infelizmente, devido a limitações de codificação no Kirin 950, o dispositivo não oferece gravação 4K, e fica limitado a vídeo 1080p”.

Inicialmente, a Huawei vai lançar o Mate 8 apenas na China em três modelos:

– 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento por 2999 yuan (~R$ 1.750)
– 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento por 3199 yuan (~R$ 1.870)
– 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento por 4399 yuan (~R$ 2.570)

Ele será lançado no primeiro trimestre de 2016 na China. O restante do mundo terá que esperar até o anúncio oficial da Huawei na feira CES, que acontece em janeiro.

Vale lembrar que a Huawei é a terceira maior fornecedora de smartphones no mundo. Na China, ela controlava 15,7% das vendas no segundo trimestre, mais do que Apple ou Samsung – e quase o mesmo que a líder Xiaomi.

[AnandTechEngadgetLiliputingZDNet]

Huawei Mate 8 (2)