A competição entre humanos e inteligência artificial no jogo de tabuleiro Go ganhou um novo capítulo. Oito meses depois da AI AlphaGo do Google derrotar o campeão sul-coreano Lee Sedol por 4 a 1, tivemos nossa vingança – mas não contra a mesma máquina.

• Inteligência artificial AlphaGo do Google vai competir contra o melhor jogador de Go do mundo
• Coreia do Sul vai investir US$ 860 mi em inteligência artificial após derrota de jogador do país

A inteligência artificial Deep Zen Go – considerada a segunda melhor máquina no jogo de tabuleiro e desenvolvida pela Universidade de Tóquio – enfrentou um dos melhores jogadores coreanos, Cho Chikun, de 60 anos, numa partida com três turnos.

placar-deep-zen-go

O placar da partida de Go via USGO

No Go, os jogadores colocam pedras pretas e brancas em um tabuleiro 19 x 19, e cercam peças do adversário para capturá-las. O objetivo é controlar pelo menos 50% do tabuleiro e existem 10^700 situações possíveis no jogo. (Confira todas as regras aqui.)

As partidas aconteceram entre os dias 19 e 23 de novembro. A primeira vitória foi para Cho, enquanto que a AI ganhou o segundo turno. Na decisão, o coreano levou a melhor no 167º movimento, segundo a Jiji Press.

“Mestre Cho Chikum vence inteligência artificial japonesa no Go. Ele disse: ‘Os erros da inteligência artificial ajudaram a torná-la humana’.”

A vitória é um marco importante, mas o retrospecto da inteligência artificial é melhor. O AlphaGo, do Google, ganhou nove dos dez jogos que disputou contra campeões europeus e mundiais – é um lembrete de que a tecnologia de AI está avançando em um ritmo impressionante.

Segundo o criador da Deep Zen Go, Hideko Kato, apesar da derrota, ele “sabe exatamente o que precisa ser consertado”.

[CNET e Nikkei Asian Review]