A internet vai acabar com a indústria do cinema! Os torrents farão as salas de cinema desparecer, etc. Se alguém estava soltando essas doidices, melhor parar: a IMAX afirmou que vai abrir 100 salas por ano no mundo, pelos próximos 2 a 3 anos, com foco em China e Rússia. A Índia também é citada, mas nada do Brasil.

Claro, isso não quer dizer que não receberemos mais salas IMAX. Só deverão ser poucas, e concentradas em grandes cidades, como as que já temos em São Paulo e Curitiba. (Se você ainda não conhece o IMAX, melhor ler este artigo.)

A receita do IMAX na bilheteria triplicou nos últimos dois anos, para US$587 milhões. Mais da metade da receita vem dos EUA, mas segundo Richard Gelfond, CEO da IMAX, a China poderia superar os States num futuro próximo. A segunda maior bilheteria da China veio do filme chinês “Aftershock”, primeiro filme não-americano a ser exibido em IMAX. [Bloomberg]

Foto por semuthutan/Flickr